NOTÍCIA ANTERIOR
Região tem 957 fraudes de água
PRÓXIMA NOTÍCIA
Billings abastece bairros de SP
DATA DA PUBLICAÇÃO 13/04/2015 | Setecidades
Zona Azul aumenta 66% em Santo André
A Hora Park, concessionária que administra as vagas de Zona Azul em Santo André, reajustou entre 25% até 66,67% as tarifas do estacionamento rotativo da cidade desde o dia 6. Com a medida, quem pagava R$ 0,60 por 30 minutos de parada passa a gastar R$ 1. O valor sobe após 12 anos sem mudanças nas tarifas. O último aumento foi em 2003, quando o serviço subiu 50%.

Conforme a Hora Park, os valores, reajustados abaixo da inflação acumulada no período, valem para as 4.546 vagas existentes em Santo André, que agora contarão com duas tabelas tarifárias identificadas por tíquetes de cores diferentes.

Apesar das etiquetas dos parquímetros já estarem atualizadas com os novos valores, moradores relatam que o aumento não havia sido anunciado com antecedência. “Eles não colocaram nenhuma faixa informando o reajuste. Fiquei sabendo pelo meu irmão, que viu no Facebook”, relata a psicóloga Adriana Andreiuolo, 41 anos.

Quem buscar informações pelo site da empresa responsável pelo serviço também encontrará valores desatualizados.

Em visita a bairros que contam com serviço, o Diário presenciou inúmeros motoristas tendo que retornar ao carro para pegar mais dinheiro para usufruir do serviço. Foi o caso do gerente comercial Jalner Reis, 47. “Coloquei R$ 0,60 no parquímetro e a máquina devolveu, pois era insuficiente. Só assim soube do aumento”, relata o morador, que ainda desabafou sobre o reajuste. “É uma taxa abusiva. Geralmente uso o serviço para ir ao banco fazer depósito, algo que dura, em média, 15 minutos. Agora vou ter que pagar R$ 1 para deixar o carro na rua, sem segurança.”

Em alguns pontos, por exemplo, foi possível notar que muitos motoristas se recusavam a pagar pela Zona Azul. Na Rua Padre Capra, na Vila Assunção, por volta das 10h55 de terça-feira, de seis veículos estacionados, somente um possuía tíquete do serviço. “Aqui eles implantaram o rotativo na segunda-feira (dia 6), mesmo dia do reajuste, e no fim das contas deu nisso. Nenhum cliente paga. Isso é prejudicial para todos”, opina o comerciante Jorge dos Santos Oliveira, 62.

Na região, a Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos chegou a realizar, há duas semanas, algumas mudanças, tirando parquímetros da Rua Guilherme Marconi. Entretanto, após manifestações de comerciantes, funcionários da Prefeitura instalaram, novamente, o serviço na via na terça-feira. “Fomos surpreendidos no sábado (dia 4) com faixas informando que a Zona Azul seria retirada da rua. Ficamos indignados e conversamos com o pessoal da secretaria, que concordou em voltar ao sistema antigo. Infelizmente, tomamos essa medida pois precisamos dessas vagas por conta dos estabelecimentos espalhados pela rua”, revela o gerente de mercado Gilvan Júnior, 22.

A tarifa de pós-utilização, paga pelo usuário que pretende regularizar a situação após o uso da vaga, passa a ser de R$ 15. Além disso, o pagamento pode ser feito pelo aplicativo Vaga Inteligente – que permite a compra de horas do estacionamento rotativo e o pagamento pelo smartphone, tablet ou internet – ou pelos 213 parquímetros instalados no município.

Por Daniel Macário - Especial para o Diário
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6196 dias no ar.