NOTÍCIA ANTERIOR
Windows 10 Fall Creators Update: é possível instalar a atualização em PCs antigos?
PRÓXIMA NOTÍCIA
Grampo no celular e WhatsApp Web na empresa: pacotão
DATA DA PUBLICAÇÃO 25/10/2017 | Informática
Windows 10 Fall Creators Update: vale a pena instalar a atualização?
Desde o dia 17 de outubro os usuários do Windows 10 estão recebendo gradualmente a atualização do sistema operacional. O Windows 10 Fall Creators Update vem repleto de melhorias que aumentam a segurança e oferecem maior integração com outras plataformas, confira a avaliação das principais novidades.

Mais interativo

Os usuários avançados do sistema foram os principais contemplados com a atualização, pois ela veio diversas ferramentas para a edição de fotos e vídeos. A realidade aumentada, chamada pela Microsoft de "realidade mista", recebeu uma atenção enorme dos desenvolvedores do sistema devido a adição de funcionalidades para a melhorar a interatividade através da integração com controladores de movimentos. E mesmo que o usuário não possua os gadgets apropriados para uma imersão virtual, as ferramentas de edição podem ser exploradas em qualquer PC para a criação.

Windows Story Remix

O programa lançado nessa atualização permite editar vídeos, adicionar uma trilha sonora, incluir textos e elementos em 3D. Através do Windows Story Remix será possível importar os vídeos capturados no telefone e editá-los facilmente, ele oferece suporte as plataformas Android, iPhone, e Windows Phone. Múltiplas pessoas podem contribuir para uma história Remix, que irá combinar automaticamente o conteúdo para criar um vídeo. Ele funciona integrado com o Fotos, e permite realizar buscas avançadas pelos arquivos da galeria. O Windows Story Remix pode importar modelos 3D da Comunidade Remix 3D, também usada para o Paint 3D.

Mais seguro

A Central de Segurança do Windows Defender conta agora com o "Defender Exploit Guard", um recurso que auxilia na proteção contra ataques de ransomware como Cerber, Locky, Spora, WannaCry, e Petya. Essa cobertura aprimorada atua instantaneamente através do serviço de proteção na nuvem. Mas vale salientar que é necessário manter um antivírus de terceiros instalados e operando em conjunto com a ferramenta de segurança nativa do sistema.

Windows Store

A loja oficial de programas do Windows conta mais opções. Agora é possível baixar o iTunes com o acesso às assinaturas do Apple Music, Spotify. Os usuários do GNU/Linux poderão baixar os instaladores do Ubuntu e SUSE para a criação de ambientes virtualizados.

Microsoft Edge

O navegador de internet nativo do Windows tem recebido melhorias significativas se equiparar os rivais Google Chrome e Mozilla Firefox. A exibição em tela cheia está mais ampla para exibir completamente o conteúdo do site. Agora é possível fazer anotações em arquivos EPUB e no formato PDF e a visualização de arquivos grandes desses formatos está mais rápida. O navegador teve o desempenho aprimorado para carregar as guias com mais velocidade. O seu ponto fraco ainda consiste na pouca variedade de extensões.

Gerenciador de tarefas

O Gerenciador de Tarefas está mais completo. Agora ele permite monitorar o consumo de recursos da GPU, esse nível de detalhamento é útil para os gamers e usuários utilizam programas que exigem maior desempenho através da placa de vídeo.

OneDrive

O gerenciador do serviço de armazenamento de arquivos na nuvem está mais inteligente após receber um recurso chamado O OneDrive Files On-Demand. Através dele só serão baixados os arquivos quando forem necessários e o File Explorer mostrará quais arquivos estão disponíveis localmente, ou se eles precisam ser baixados da nuvem. Essa novidade reduz o trafego desnecessário de dados pela rede, evitando ter que sincronizar pastas inteiras para o uso off-line evitando o consumo desnecessário do espaço em disco.

Integração com dispositivos móveis

Os dispositivos móveis servem com uma extensão do PC e vice-versa. E para melhorar essa integração, agora é possível copiar e colocar dados entre os dispositivos através de uma área de transferência na nuvem.

Minhas Pessoas

Foi introduzido um recursos chamado "Minhas Pessoas", e através dele é possível fixar os contatos na barra de tarefa para manter a comunicação. Essa funcionalidade é útil para facilitar a troca de mensagens com os contatos que o usuário se comunica regularmente através do Mail, Skype e Xbox Live.

Conclusão

O Windows 10 Fall Creators Update manteve a interface original do sistema, mas recebeu melhorias funcionais que justificam a sua instalação e certamente vale a pena atualizar o sistema.

Os requisitos mínimos de hardware permanecem os mesmos requeridos para a execução da versão anterior. A atualização está sendo disponibilizada pelo Windows Update ou pode ser obtida no site da Microsoft (aqui) a ISO para a realização de uma instalação limpa.

A configuração mínima exigida para instalação do Windows 10 Fall Creators Update é a seguinte:

- Processador 1 gigahertz (GHz) ou mais rápido ou SoC.

- RAM 1 gigabyte (GB) para 32 bits ou 2 GB para 64 bits.

- Espaço em disco rígido (HD) 16 GB para um SO de 32 bits ou 20 GB para um SO de 64 bits.

- Placa gráfica DirectX 9 ou posterior com driver WDDM 1.0.

- Resolução de tela 800x600 pixels.

Por Ronaldo Prass - G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Informática
19/09/2018 | Grupo Renault Nissan terá sistema operacional Android em seus carros
18/09/2018 | A corrida para a criação do computador mais poderoso da história
11/06/2018 | Google tira ovos de emoji de salada para agradar veganos
As mais lidas de Informática
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6230 dias no ar.