NOTÍCIA ANTERIOR
Em tempos de crise, vazamentos incomodam população andreense
PRÓXIMA NOTÍCIA
ABCD teve quase 2 mil cães e gatos adotados em 2014
DATA DA PUBLICAÇÃO 04/02/2015 | Setecidades
Vento causa destruição no ABCD
Vento causa destruição no ABCD Frente de minimercado Extra foi atingida pelo forte vento. Foto: Andris Bovo
Frente de minimercado Extra foi atingida pelo forte vento. Foto: Andris Bovo
Bairros mais afetados foram Nova Gerty e Mauá, em S. Caetano; vendaval também atingiu Sto. André

Fios elétricos e galhos caídos, árvores arrancadas pela raiz, casas e comércios destelhados, antenas parabólicas quebradas, caixas d’água destampadas e falta de eletricidade. Os moradores e comerciantes dos bairros Nova Gerty e Mauá, em São Caetano, ainda contabilizam os prejuízos do vendaval que varreu a região, por volta das 9h30 desta segunda-feira (02/02). Foram menos de dez minutos de chuva.

Assustados com a ventania, os moradores estavam sem entender o que tinha acontecido. “Não foi a chuva, foi o vento. Era muito forte, como um tornado. Além das telhas, vi várias tampas de caixa d’água voando, e a fachada do mini Extra se desfazendo como papelão”, explicou um comerciante que preferiu não se identificar. O mercado atingido pelo vento fica na avenida João Batista, na divisa de São Bernardo com São Caetano. Conforme a assessoria do Extra, ninguém se feriu. A loja passará por reformas para reabertura o mais breve possível.

Do outro lado da via, na esquina da avenida Francisco Falzarano com a avenida Guido Aliberti, o vento forte arrancou vários galhos e uma árvore da raiz e a jogou dentro do ribeirão dos Meninos. “Sorte que a árvore caiu dentro do rio. Já pensou se caísse para a rua?”, comentou um senhor. A região também tinha muitos fios elétricos pendurados pelas ruas. As equipes da AES Eletropaulo, Defesa Civil e do Departamento de Trânsito de São Caetano estavam mobilizadas para normalizar a situação.

A família de Francisco Dias Neto, 35 anos, ainda estava em choque com a destruição que o vento causou no imóvel. “Quando começou a chover, fui fechar a porta da cozinha. Foi aí que o vento veio forte e o telhado começou a desabar na minha cabeça”, afirmou Francisco. A maior preocupação era com as crianças, inclusive um bebê de um mês, que estavam no cômodo ao lado. “Acho que se não tivesse ficado aqui, para a porta ficar fechada, o vento teria destruído tudo.”

Além do telhado da cozinha, a casa de Francisco teve o forro de um dos quartos totalmente destruído e a queda de uma ameixeira no quintal. “A sensação era que a casa ia desabafar em nossas cabeças. As crianças choravam muito”, complementou José Rivanildo, 36 anos. Apesar do susto, ninguém se feriu.

Dois feridos - Na praça Mauá, em frente ao Instituto Mauá de Tecnologia, também em São Caetano, uma banca de açaí foi totalmente destruída pela queda de uma árvore durante o vendaval. No momento do acidente, duas pessoas estavam no local e tiveram ferimentos leves. “Não vi nada, só senti aquele vento forte junto com a chuva e de repente meu comércio estava no chão”, explicou Dirceu Victor Batista, 69 anos.

Junto com a árvore, vários fios elétricos foram danificados. “Tive medo de morrer eletrocutado”, relatou Batista, que sofreu escoriações na cabeça. Por conta do acidente, parte dos comércios e semáforos da avenida Doutor Rudge Ramos ficaram sem energia elétrica na manhã desta segunda.

Conforme a Prefeitura de São Caetano, o vento derrubou um total de 14 árvores e 40 casas ficaram destelhadas nos bairros Nova Gerty, Cerâmica, Jardim São Caetano e São José.

Vendaval também atinge Santo André

Conforme o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), o vento forte na manhã desta segunda-feira (02/02) também causou problemas em Santo André. A Defesa Civil do município registrou a queda de oito árvores e dois chamados por conta de imóveis destelhados. Em nenhum dos casos houve feridos.

As quedas das árvores ocorreram nas vias Almeida Garret, Cananeia, Filinto de Almeida, Voluntários Paulistas, Áries esquina com avenida Prestes Maia, rua Princesa Maria da Gloria, rua Aquário e rua dos Capuchinhos. Já os imóveis destelhados foram registrados na travessa Paulínia e na rua Marques de Caravelas, onde alguns veículos foram atingidos.

Por Claudia Mayara - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 7007 dias no ar.