NOTÍCIA ANTERIOR
Idade para se aposentar subirá 4 anos com fórmula 85/95, prevê entidade
PRÓXIMA NOTÍCIA
Marcas líderes cobram até o dobro do que as de redes varejistas
DATA DA PUBLICAÇÃO 06/11/2015 | Economia
Vendas de ventiladores caem até 50% neste ano
 Vendas de ventiladores caem até 50% neste ano Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
Quem procurar por ventiladores nesta semana poderá encontrar boas oportunidades de modelos em promoção, ou preços mais acessíveis. Isso porque, com a temperatura instável dos últimos dias, as vendas não estão saindo como planejavam os lojistas.

“Se compararmos ao mesmo período em 2014, a queda no setor de refrigeração é de mais de 50%”, afirma José Geraldo, 34 anos, gerente de vendas da Rickcolor, em Santo André. Segundo o lojista, nesta mesma época no ano passado os ventiladores já estavam em falta em muitas lojas da região devido ao calor que fazia.

Na semana passada, por exemplo, apesar do calor, a chuva colaborou para inibir as vendas. “Temos muitos aparelhos em estoque e, por isso, estamos apostando em promoções e numa maior exposição do produto para chamar a atenção de clientes”, conta.

A andreense Nivalmix também está com o estoque de ventiladores encalhado devido ao fraco movimento. “Abastecemos para esse período, como fizemos em 2014, pensando que estávamos nos precavendo, mas até agora as vendas não embalaram e temos muitos aparelhos parados”, lamenta a gerente Marta Maria Pereira Pinto, 39.

Outro quesito que contribui para a queda nas vendas é o momento econômico delicado que o comércio enfrenta. “As vendas em geral diminuíram. As pessoas estão consumindo muito menos, com medo de não conseguirem pagar, por conta do desemprego”, justifica Geraldo.

Para Marta, a conta de luz, que no Grande ABC subiu cerca de 75% durante 2015, também é um fator a ser levado em conta pelos consumidores antes de efetuar a compra. “Ninguém quer mais um aparelho eletrônico consumindo energia em casa.”

A professora Luciana Couto Moraes, 39, de São Bernardo, prefere arriscar passar calor a desembolsar uma quantia com ventilador. “Época de Natal, Ano-Novo, a gente sempre gasta bastante, e prefiro investir esse dinheiro com outras coisas, enquanto não estamos precisando de ventilador, já que o clima está agradável.” Ela afirma que se a temperatura começar a subir, há a possibilidade de improvisar. “A gente pode dar o famoso ‘jeitinho brasileiro’ e dormir com a janela aberta, por exemplo.”

Apesar de as vendas de ventiladores estarem baixas na Emix, em Santo André, o encarregado Thiago Nucena, 27, acredita que quando o calor vier, tudo muda, e o lucro pode ser ainda maior. “Na necessidade, as pessoas compram sem sequer olhar o valor.”

E é exatamente por esse motivo que este é um bom momento para investir no aparelho, já que, de acordo com os lojistas, os preços podem aumentar de 10% até 100%. “Quando as vendas subirem, impulsionadas pelo clima quente, e os aparelhos em estoque acabarem, os fabricantes irão repassar um reajuste, que pode dobrar os preços”, analisa o gerente da Rickcolor.

A bancária Maria Aparecida Campos, 33, de Santo André, já se preveniu e preferiu garantir modelo mais em conta, de R$ 65. “Quebrou o do meu quarto, e acho melhor comprar agora, antes que não encontre mais por esse preço.”

As apostas dos lojistas é que a partir do mês que vem os ventiladores voltem a sair das prateleiras. “Dezembro, janeiro e fevereiro as vendas deverão subir. E com o reajuste no valor do aparelho, o lucro será ainda maior”, acredita o gerente da Miamor, em Santo André, Welington de Oliveira, 49.

PREÇOS - O valor dos ventiladores varia de acordo com o modelo e tamanho. Como a maioria ainda está com preço do ano passado, os preços vão de R$ 48,90 a R$ 300. Um aparelho de mesa, conhecido como microventilador, de 20 centímetros de diâmetro, e com três pás, pode ser encontrado na faixa de R$ 50. Já os tradicionais, com 30 centímetros e três pás, são encontrados entre R$ 65 e R$ 90. Modelos parecidos, mas com 40 centímetros, estão na faixa dos R$ 99,90.

Já os que têm pedestal acoplado, porém com as mesmas características, o valor médio também varia entre R$ 99,90 a R$ 129,90. Ventiladores de seis pás, dependo do tamanho, podem custar em média R$ 90,90.

Por Marina Teodoro - Especial para o Diário
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 7054 dias no ar.