NOTÍCIA ANTERIOR
Candidatos usam cavaletes e cartazes irregulares em São Paulo
PRÓXIMA NOTÍCIA
Russomanno volta a crescer e se distancia de adversários
DATA DA PUBLICAÇÃO 03/09/2012 | Política
Vândalos agem de madrugada e danificam material de candidatos
Vândalos agem de madrugada e danificam material de candidatos
Candidatos a prefeito das cidades de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra são os mais atingidos pelas ações dos vândalos

Uma ação organizada que é feita durante a madrugada e ainda sem responsáveis, esse é o cenário que vem se instalando nas cidades de Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires, quanto à destruição de placas e cavaletes de candidatos a Prefeito e Vereador em ambos os municípios.

O que era visto pelas ruas, agora virou caso de Polícia. Em Rio Grande, a coordenação de campanha do tucano Gabriel Maranhão, registrou na tarde de ontem boletim de ocorrência onde apontou a destruição de pelo menos 30 placas. Um caminhão cheio de material destruído foi levado a Delegacia da Polícia Civil.

Segundo o coordenador Pedro Estanqueira, o Bacalhau, esse é uma pequena parte do que foi destruído pelos vândalos.

“Aí tem algumas dezenas de placas, mas tem muito mais espalhada pela cidade”, destacou o coordenador.
Outro candidato atingido pela ação dos marginais é o petista Claudinho da Geladeira, que registrou pelo menos 50 placas com sua propaganda eleitoral danificada.

Não só os candidatos ao Paço estão sofrendo com a ação dos vândalos. Postulantes ao Legislativo também contabilizam os prejuízos. Um deles, presente na Delegacia na tarde de ontem ironizou: “Eles chegam e cortam apenas o meu rosto, deve estar valendo muito”.

A Polícia Civil de Rio Grande da Serra passa agora a investigar o caso e buscar os culpados.

Ribeirão Pires
Na cidade de Ribeirão Pires o cenário não é diferente. Pleiteantes ao Executivo e Legislativo sofrem com a destruição do material de campanha. Sem registros formais na Delegacia da Polícia Civil, o caso permanece na esfera política, mas a Polícia Militar já acompanha o caso e tenta localizar os infratores.

A campanha de Dedé da Folha (PPS) informou que pelo menos 200 itens de ruas já sofreram algum tipo de ataque. As placas em residências ou em comitês são as mais visadas pelos vândalos. O peemedebista Saulo Benevides teve pelo menos 50 placas destruídas e 100 cavaletes danificados.
Já a coordenação da candidatura de Maria Inês (PT), não soube destacar a quantidade de material destruído, mas projetou em 50% a perda com vandalismo.

Mauá
Na cidade de Mauá não é diferente, as duas maiores candidaturas, Donisete Braga (PT) e Vanessa Damo (PMDB), também registraram que foram alvos de vândalos, mas não informaram a quantidade de material destruído.

Por Folha de Ribeirão Pires
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Política
25/09/2018 | Bolsonaro inicia dieta branda e faz caminhada fora do quarto, diz boletim
21/09/2018 | Bolsonaro diz nunca ter cogitado volta da CPMF e fixa postagem no seu Twitter
20/09/2018 | Ibope: Em São Paulo, Bolsonaro se isola com 30% das intenções de voto
As mais lidas de Política
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6797 dias no ar.