NOTÍCIA ANTERIOR
Brasil voltará a exportar vacinas contra a febre amarela
PRÓXIMA NOTÍCIA
Canabidiol reduz convulsões de forma rara de epilepsia, diz estudo
DATA DA PUBLICAÇÃO 24/05/2017 | Saúde e Ciência
Vacinação contra a gripe termina nesta 6ª feira
Vacinação contra a gripe termina nesta 6ª feira
Meta é vacinar 10 milhões de paulistas; até o momento, 6,8 milhões foram imunizados

Balanço preliminar da Secretaria de Estado da Saúde, com base nos dados informados pelos municípios paulistas, aponta que o Estado de São Paulo vacinou 6,8 milhões de pessoas desde o início da campanha de vacinação contra a gripe, que se encerra na próxima sexta-feira, 26 de maio. Isso representa dois terços da meta total, de vacinar 10 milhões de paulistas.

O principal alerta é para os pais ou responsáveis levarem as crianças aos postos de vacinação, pois a cobertura vacinal desse grupo atingiu apenas 39%, até o momento. Foram imunizados 989.955 menores de cinco anos, no período.

O objetivo da campanha é imunizar bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), indígenas, profissionais de saúde que trabalham em serviços públicos e privados, professores das redes pública e privada, além dos novos grupos contemplados com a ampliação.

Além disso, em 2017, o governo de São Paulo resolveu ampliar o público-alvo da campanha para policiais civis e militares, bombeiros e profissionais que atuam na Defesa Civil, Correios, Poupatempo, Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Defensoria Pública. O Instituto Butantan, unidade ligada à Secretaria da Saúde e responsável pela produção da vacina, disponibilizou 600 mil doses extras para vacinação desses novos grupos, que atuam diretamente em contato com a população.

“É importantíssimo que todos os grupos compareçam aos postos de vacinação, inclusive as crianças. Pedimos para que os pais ou responsáveis levem os pequenos que ainda não se vacinaram para participar da campanha”, afirma Helena Sato, diretora de imunização da secretaria.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, as doses protegem a população contra os vírus A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, órgão ligado à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia.

Por Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6232 dias no ar.