NOTÍCIA ANTERIOR
Corinthians vence Palmeiras em jogo quente e encaminha título
PRÓXIMA NOTÍCIA
Líder Corinthians tem desafios no tribunal e em campo nesta quarta-feira
DATA DA PUBLICAÇÃO 07/11/2017 | Esportes
Tropeço em clássico traz à tona fraqueza nas duas laterais do Palmeiras
A derrota do Palmeiras no clássico do último domingo está relacionada a um problema recorrente da equipe ao longo do ano: o fraco desempenho dos laterais. Pelos lados do campo, em cima do canhoto Egídio e do destro Mayke, o Corinthians construiu a maioria das jogadas perigosas de ataque.

Ao longo do ano, o Palmeiras tentou 12 formações diferentes. Apesar de contar com quatro laterais de ofício (Fabiano, Mayke, Egídio e Zé Roberto), atletas de outros setores, como o zagueiro Juninho e os volantes Jean e Tchê Tchê, já iniciaram ao menos um jogo no ano improvisados no setor. Nenhuma dupla conseguiu se firmar.

O planejamento do elenco para o ano que vem prevê mudanças. Fontes ligadas à diretoria informam que o lateral-esquerdo Vitor Luis, que está emprestado ao Botafogo, será utilizado. Egídio ainda não iniciou a discussão para renovação de seu contrato.

No clássico, a lateral foi apenas uma parte do problema. O miolo de zaga, especialmente Edu Dracena, falhou em dois gols do rival. Com esse desempenho, a defesa do Palmeiras se tornou a pior entre os times que se classificariam à Copa Libertadores se o torneio terminasse agora. Já tomou 36 gols em 32 partidas.

Por Estadão Conteúdo - Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Esportes
21/09/2018 | Tite convoca Pablo, Walace e Malcom para duelos contra Arábia Saudita e Argentina
20/09/2018 | Real Madrid atropela a Roma por 3 a 0 e inicia bem a luta pelo tetracampeonato
18/09/2018 | Jogador de vôlei que jogou em Santo André é encontrado morto na Espanha
As mais lidas de Esportes
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6240 dias no ar.