NOTÍCIA ANTERIOR
Preço do etanol pode subir até R$ 0,15 nesta semana
PRÓXIMA NOTÍCIA
São Paulo e Rio são as cidades mais caras do País, revela estudo
DATA DA PUBLICAÇÃO 17/09/2015 | Economia
Trabalhador da Volkswagen vota hoje adesão ao PPE
Trabalhador da Volkswagen vota hoje adesão ao PPE Foto: Nario Barbosa/DGABC
Foto: Nario Barbosa/DGABC
Os trabalhadores da Volkswagen votam hoje, em assembleia realizada pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC às 14h30, em frente à fábrica de São Bernardo, acordo de PPE (Programa de Proteção ao Emprego). As negociações entre a companhia e a entidade e foram iniciadas no dia 3. Se for aceito o programa, a Volks será a segunda montadora no País a aderí-lo. A primeira foi a Mercedes-Benz, no mês passado.

“Conseguimos chegar a uma proposta que acreditamos ser positiva para os trabalhadores e que dará conta de fazer o enfrentamento desse cenário de crise”, avalia Wagner Santana, secretário-geral do sindicato, em nota, sem dar mais detalhes.

Segundo trabalhadores da Volkswagen, em reunião prévia realizada ontem na empresa, com o sindicato, foram passados dados da pauta que será votada hoje. A redução proposta, conforme o Diário já havia antecipado, com base nos comentários de bastidores da chamada ‘rádio-peão’, será de 20% na jornada de trabalho, e de iguais 20% na folha de pagamento. Na prática, porém, com o complemento de recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), a diminuição nos salários será de 10%. Os funcionários deverão trabalhar um dia a menos na semana, a partir de outubro, para frear o ritmo de produção, durante seis meses. Com isso, eles ganham estabilidade na empresa durante o período (que pode ser renovado por outro meio ano), mais um terço, ou seja, o equivalente a mais dois meses.

Conforme o Jornal do Comitê Sindical dos Trabalhadores na Volkswagen distribuído ontem aos operários, “quando a compensação máxima paga pelo governo, que é de R$ 900,24, não atingir a metade da redução salarial, o complemento financeiro será feito pela empresa, de forma a garantir que a diminuição não seja superior a 10%, para redução de jornada de 20%”. A determinação é prevista na MP (Medida Provisória) 680/2015. Outro ponto é que não haverá impacto nas férias e no 13º salário envolvidos no PPE.

Consta também no periódico que não participarão do programa os trabalhadores de áreas como estamparia, ferramentaria, manutenção de atividades ininterruptas e engenharia, entre outras. “O PPE vai atingir o pessoal da linha de montagem, pintura e armação, que é a maior parte dos cerca de 11,5 mil empregados da planta da Anchieta hoje”, diz um dos operários, que prefere não se identificar. “Os companheiros estão divididos sobre a proposta. Quem está na ativa não quer ter o salário reduzido, mas quem está em lay-off (suspensão temporária de contrato) acha uma boa, já que tem medo de nem ter a chance de voltar a trabalhar.”

Outro funcionário desabafou: “Para falar a verdade, em montadora tudo acontece sob pressão. Se não aceitar o que é oferecido, quem está em lay-off recebe carta de demissão, e então acontece o mesmo que no começo do ano (quando foram anunciadas 800 demissões) e com a Mercedes recentemente (1.500 cortes foram avisados, mas a empresa voltou atrás e aprovou PPE com as mesmas reduções da Volks).”

Segundo um dos empregados, no dia 1º de novembro retornam à Volks 850 trabalhadores. E, até 6 de dezembro, mais 1.700 operários. “Eles vão nos propor férias coletivas de 7 a 18 de dezembro e, do dia 19 a 11 ou 12 de janeiro, o período de compensação, em que toda a fábrica para. Então, dependendo de como estiver o mercado, eles podem colocar outro grupo de 1.700 pessoas em lay-off.”

Por Soraia Abreu Pedrozo - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6336 dias no ar.