NOTÍCIA ANTERIOR
Thiago Gagliasso e Valesca Popozuda completam a décima Roça
PRÓXIMA NOTÍCIA
Joana Machado e Thiago Gagliasso criticam a ex-peoa Taciane Ribeiro
DATA DA PUBLICAÇÃO 26/09/2011 | Cultura
Teatro Municipal de Santo André apresenta ''O Mágico de Oz - 3D''
O espetáculo “O Mágico de Oz” visto por mais de 18 milhões de pessoas em todo mundo está de volta à capital paulista com grandes novidades e uma montagem com efeitos 3D.

Com roteiro baseado na obra e livro original de L. Frank Baum, a apresentação se destaca pelo uso de tecnologia. O teatro contará com telões centrais e laterais de projeção e logo na entrada o público receberá óculos especiais. Com eles, poderá ver cenas especialmente filmadas em 3D.

E os efeitos vão além. As pessoas vão sentir o vento e a chuva do tornado na cena em que Dorothy é levada ao mundo dos Munchinks - é o chamado "efeito 3D” que vai mexer com a imaginação das crianças, como afirma o diretor Billy Bond.

Os efeitos foram criados sob a supervisão dos mesmos profissionais que produzem e fornecem matéria-prima para o renomado mágico norte-americano David Copperfield. “É um show para toda a família” diz Billy Bond.

O nosso objetivo foi dar um “upgrade moderno” ao espetáculo, misturar cinema e teatro. Acho que a história, um clássico da literatura infantil, merecia essa renovação tecnológica. “É até uma maneira de interagir com o público, principalmente com as crianças”, diz Bond.

Os efeitos especiais não param por aí. Além do filme 3D e das técnicas de ilusionismo e levitação há movimentos de cenário controlados por computador e iluminação diferenciada.

A montagem conta com cinco cenários giratórios, que mudam com o decorrer do espetáculo. Representado por 30 atores cantado ao vivo, 70 personagens e 180 figurinos.

Segundo o diretor da peça, a idéia é apresentar o conto de fadas sem sair da história clássica conhecida por todos, com uma linguagem mais vibrante para os jovens da era da internet e dos games.

“O MÁGICO DE OZ” é mais um da série de “espetáculos familiares”, que a produtora Black & Red desenvolve sob batuta de Billy Bond homenageando os grandes clássicos da literatura infantil que durante mais de 8 anos vem se apresentando em todo Brasil. Lembrando que “PINOCCHIO”, “A BELA E A FERA”e “PETER PAN”, já foram assistidos por mais de 2.8 milhões de pessoas em toda América Latina.

O teatro será transformado em um mundo de fantasia, inspirado nos musicais da Broadway com direção do italiano Billy Bond, considerado o maior diretor de musicais em atividade no Brasil e responsável por produções como After de Luge, Rent, A Bela e A Fera, Lês Miserables, O Beijo da Mulher Aranha, Pinocchio, entre muitas outras.

A sinopse

Dorothy é uma garotinha que mora em uma fazenda no Kansas, interior dos EUA. Sempre ao lado de seu cachorrinho Totó, ela vive com os tios Emily e Henry. Um dia, um tornado leva Dorothy e Totó para uma terra mágica e distante, além do arco-íris: a Terra de Oz.

Em Oz, Dorothy conhece o Homem de Lata, o Espantalho e o Leão. Eles ficam amigos e saem em busca do grande Mágico de Oz para realizarem seus desejos e ajudarem Dorothy a voltar para casa. Como em todos os contos, neste também há um vilão (ou melhor, vilã): a Bruxa Má, que tenta impedir a volta para casa. A mensagem da história, aliás, é esta: não existe lugar melhor que nossa casa.

A história de Dorothy encanta crianças do mundo todo há décadas. O primeiro a contá-la foi o escritor L. Frank Baum, autor do livro "O Mágico de Oz". Baum certamente não esperava que seu livro fosse se tornar um dos filmes de maior sucesso de todos os tempos. Feito nos Estados Unidos em 1939, este filme imortalizou Dorothy na figura da atriz Judy Garland.

A famosa aventura da garota Dorothy e seu cachorro Totó, uma das histórias mais lembradas no imaginário de adultos e crianças, atravessam uma forte onda de renascimento em todo o mundo. Provas deste revival é a notícia do investimento de mais de US$ 860 milhões na criação de um parque temático em Kansas/EUA e ainda a recente regravação da música-tema "Somewhere over the Rainbow" por artistas de peso como o lendário guitarrista Eric Clapton.

A Secretaria Municipal de Educação da cidade de São Paulo criou recentemente o "Programa O Mágico de Oz", que prevê a criação de comissões de prevenção à violência nas escolas, usando a dramatização da peça.

A superprodução

O musical tem os diálogos e as músicas totalmente cantadas em português, além de muitos efeitos especiais e de iluminação. Um exemplo é o vento produzido por ventiladores super potentes, que fazem os espectadores se sentirem como a menina Dorothy dentro de um furacão. O espetáculo tem ainda recursos de gelo seco, telões em 3D, e equipamentos que fazem a platéia ter a sensação de explosões e cheiro das papoulas da floresta.

A produção do musical conta com 200 profissionais, entre eles 30 atores e músicos. E o espetáculo conta ainda com mais de 180 figurinos, 35 trocas de cenários, 8 toneladas de equipamentos, muita pirotecnia e efeitos visuais deslumbrantes.

Teatro Municipal de Santo André

O Teatro Municipal de Santo André conhecido na região e fora dela por sua ótima qualidade acústica, dita como uma das melhores do Brasil, tendo em sua trajetória de grandes artistas e espetáculos de qualidade internacional.

Ficha técnica
Elenco:

Dorothy:
Luiza Porto –(Standing - Simony Lino) - Espantalho: Willian Gibson

Homem de Lata: Matheus Buosi - Leão: Márcio Yacoff

Mágico de Oz: Ivan Parente - Bruxa Boa: Vanessa Ruiz

Bruxa Má: Marieta Piragine - Xistérrio: Luana Martins - Rasputin: Gabriel Cersosimo

Soldados da Bruxa: Édipo de Castro, Karoline Sanches, Ítalo Rodrigues, Marco Antonio,Gilmar Junior, Amanda Oliveira e Ricardo Mesquita

Macacos Alados: Jaime Holanda, Vitória Luiza e Larissa Porrino

Tio Henry: Marco Antonelli - Tia Emy: Simony Lino (Standing -Larissa Porrino) Munchkinlândia Marco Antonelli, Jaime Holanda, Simony Lino, Luiza Porto, Paula Canterini,Ricardo Mesquita, Édipo de Castro, Thiago Romano, Vitória Luiza, Gustavo Trindade, Karoline Sanches, Ítalo Rodrigues, Larissa Porrino, Marco Antonio, Gilmar Junior e Amanda Oliveira

Soldados Amarelos: Édipo de Castro, Karoline Sanches, Ítalo Rodrigues, Marco Antonio, Gilmar Pereira e Ricardo Mesquita

Prefeito/Juiz: Jaime Holanda e Thiago Romano

Esmeraldas: Marco Antonelli, Jaime Holanda, Simony Lino, Luiza Porto, Paula Canterini, Ricardo Mesquita, Édipo de Castro, Thiago Romano, Vitória Luiza,Gustavo Trindade, Karoline Sanches, Ítalo Rodrigues, Larissa Porrino, Marco Antonio, Gilmar Junior e Amanda Oliveira

Porteiro do Castelo: Marco Antonelli

Produção

Cenografia e Adereços: Billy Bond e Cyrus - Coreografias: Nancy Guedes e Marieta Piragine Make up Artistic ; Beto França - Figurinos:Olivia Arruda Botelho e Isabela Teles - Automatização: Alejandro Toledo - Stage Manager: Angelo Meireles - Camareiras: Miriane Serra e Meire Serra - Operador de Som: Rodrigo Santos - Operador de luz : Gustavo de Matteo - Cenotécnicos: Ermilton Oliveira, Eduardo Brito, Diogo Wesley, Marcelo Batista, Jefferson Silva, Rogério Carolino - Pirotecnia: Almir Rocha

Assistente de Direção: Ivan Parente e Márcio Yaccof - Assistente de Coreografia: Ítalo Rodrigues -Direção de Produção: Andréa Oliveira - Direção Geral: Billy Bond - Realização: BLACK & RED / THE OZ PRODUÇÕES / CA PRODUÇÕES

Por CA Produções
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Cultura
25/09/2018 | Encontro com o passado
21/09/2018 | ''Sou muito feminino, isso é uma grande qualidade'', diz Chay Suede a Pedro Bial
20/09/2018 | Avril Lavigne lança Head Above Water, música sobre a doença a qual sofre
As mais lidas de Cultura
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6198 dias no ar.