NOTÍCIA ANTERIOR
Prefeitura vai reformar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Assis
PRÓXIMA NOTÍCIA
Aula de ginástica marca início das atividades no Ginásio João Ribeiro Gatto
DATA DA PUBLICAÇÃO 23/07/2015 | Cidade
Sindicância aponta ato ilegal de Atila na Sama
Sindicância aponta ato ilegal de Atila na Sama Foto: Orlando Filho/DGABC
Foto: Orlando Filho/DGABC
A comissão de sindicância formada pelo prefeito de Mauá, Donisete Braga (PT), para apurar indícios de irregularidade em ligações de água na gestão do deputado estadual Atila Jacomussi (PCdoB) na Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) concluiu que houve ilegalidades no episódio relatado no ano passado e levou adiante procedimentos internos para eventual punição de envolvidos. Petista e comunista estão rompidos politicamente desde abril.

Análise do grupo foi publicada oficialmente na tarde de ontem. “Diante de toda a análise fático legislativa, a presente comissão de sindicância apurou que há indícios e provas inequívocas que se possa imputar contra a Sama, em relação a todo ocorrido. Notamos que existe coerência nos documentos apresentados, assim como, na exposição dos convocados, os quais são comprovadas de forma inconfundível, a existência concreta de irregularidades sobre ligações de água promovidas pela autarquia, denotando um comportamento contrastante aos preceitos legais”, publicou José Manuel de Lira, presidente do bloco e funcionário da Secretaria de Assuntos Jurídicos do Paço.

Em março de 2014, o Diário mostrou que moradores da Viela Kossap, no Jardim Itapeva, relataram terem participado de reunião com Atila em que o comunista prometeu fornecimento de água gratuito se eles depositassem o voto à sua tentativa de eleição para a Assembleia Legislativa em outubro. O local é fruto de ocupação e não dispõe de preceitos legais para ligação de água. Atila foi eleito deputado estadual.

Com a decisão da comissão de sindicância, fica aberto agora o PAD (Processo Administrativo Disciplinar), procedimento que visa apontar os responsáveis pela irregularidade. Até agora, o grupo de investigação não indicou nomes de quem poderia ter cometido o ato ilícito. Não foi informado prazo para conclusão desta etapa de apuração.

Por nota, o governo de Donisete Braga apenas confirmou que a comissão encontrou irregularidades nas ligações de água no bairro. Atila não retornou aos contatos da equipe do Diário, assim como Paulo Sérgio Pereira, superintendente da Sama que substituiu Atila durante o período eleitoral.

As ligações de água na Viela Kossap foram alvo de investigação na Sama, comandada por Israel Aleixo, antigo aliado de Atila. Nenhuma irregularidade foi apontada à ocasião. Em maio, semanas depois do rompimento político com o comunista, Donisete determinou a reabertura da sindicância, desta vez a cargo de funcionários da Prefeitura – muitos de sua extrema confiança.

Donisete decidiu exonerar Atila e seus aliados da Sama depois de o comunista adiar anúncio de apoio à candidatura à reeleição do PT ao Paço de Mauá. Atila costura ser postulante à Prefeitura em 2016, contra Donisete.

Por Raphael Rocha - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6335 dias no ar.