NOTÍCIA ANTERIOR
Por dia, dívida com a Sabesp sobe R$ 431 mil
PRÓXIMA NOTÍCIA
Cantor sertanejo é baleado por trio durante roubo de seu carro
DATA DA PUBLICAÇÃO 18/09/2013 | Cidade
Secretário recua de integração em Mauá
Secretário recua de integração em Mauá Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
O secretário de Mobilidade Urbana de Mauá, Paulo Eugenio Pereira Júnior (PT), recuou ontem sobre a possibilidade de integração tarifária entre o sistema de transporte de ônibus municipal e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e corrigiu a informação sobre o possível desconto aos usuários dos dois transportes. “Na realidade, ainda não há qualquer definição. Haverá reunião com integrantes do Estado para definir esta questão. Há intenção desse acordo, mas ainda precisa ser mais discutido”, admitiu o secretário.

Na segunda-feira, Paulo Eugenio havia dito ao Diário, equivocadamente, que a transferência do ônibus para o trem deveria ter um desconto de cerca de 20%, reduzindo de R$ 6 para R$ 4,80. No entanto, não há batida de martelo da CPTM sobre esse índice, já que ainda serão necessários estudos. “Por enquanto, apenas Barueri tem esse sistema. Vamos conversar ainda para chegar ao índice aqui em Mauá”, explicou ontem.

O valor do bilhete da CPTM é de R$ 3, assim como do transporte de ônibus da cidade. Neste ano, as passagens de ônibus das cidades do Grande ABC tiveram duas reduções. Em 15 de julho, Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá e Ribeirão Pires diminuíram de R$ 3,30 para R$ 3,20. Diadema manteve o valor e Rio Grande da Serra ficou em R$ 3. Já em 1º de julho, nova queda. Desta vez, reduzindo seis cidades para R$ 3 e Rio Grande, para R$ 2,90.

Reunião

A Prefeitura de Mauá deve se reunir com o governo do Estado até o fim da semana para tratar da integração tarifária entre trem e ônibus municipal. A expectativa era de que o encontro tivesse ocorrido ontem, mas precisou ser adiado por conta de agenda do secretário estadual de Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho. Ainda que seja assinado nos próximos dias, o acordo entre governos municipal e estadual só deverá entrar em vigor no fim do ano.

Antes disso, Mauá planeja implementar a MauáTrans, companhia pública para gerenciar o sistema de transporte público da cidade. A proposta é que a empresa possa ajudar na fiscalização do sistema e ainda detectar alterações e melhorias para o setor.

A expectativa é que o projeto chegue ao Legislativo na próxima semana. Antes, o prefeito Donisete Braga (PT) deverá se reunir com os vereadores para explicar detalhes da medida.

Por Sérgio Vieira - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6188 dias no ar.