NOTÍCIA ANTERIOR
Limite de pagamentos em lotéricas cai a R$ 700 a partir de terça
PRÓXIMA NOTÍCIA
Alckmin lança duplicação de 43 km de rodovia
DATA DA PUBLICAÇÃO 05/07/2011 | Geral
São Paulo oferece boas opções nas férias para quem não quer pôr a mão no bolso
As férias chegaram e viajar nem sempre é uma opção. Mas para quem ficam em São Paulo nesse mês de julho não faltam atividades para fazer. E melhor, muitas são de graça ou bem baratas. As opções vão de museus, passeios até shows e cursos gratuitos.

A cidade de São Paulo é a capital brasileira que mais oferece atividades de graça e com qualidade, de acordo com Erika Vieira, editora do site Catraca Livre. O portal reúne opções de entretenimento cultural gratuitas ou que custam até R$ 12,00 na capital paulista e região metropolitana. A editora explica que essa oferta fica ainda maior nas férias, principalmente para as crianças.

- Em geral, nesse período aumentam os eventos para o público infantil. Para jovens e adultos a quantidade de opções, em geral, se mantém.

Entre as opções mais comuns para eventos culturais, especialidade do Catraca Livre, estão as mostras de cinema, a programação dos Sescs da capital, que fazem uma programação especial para as férias voltada ao público infantil.

- O difícil não é ter opção, o difícil é escolher o que você que fazer, porque opção boa sempre tem.

Outra dica importante para aproveitar o tempo livre na cidade são os parques e os passeios pelo centro. A região possui muitos museus e pontos turísticos, como a Pinacoteca do Estado, O Museu da Língua Portuguesa, O Masp, o Museu do Futebol, entre outros.

Atividades ao ar livre também são uma boa ideia. Parques como o Ibirapuera abrem de segunda a domingo, das 8h às 18h. Ver a cidade do alto também é uma opção no centro. É possível subir ao topo do Copan, visitar o mirante do Edifício Itália e ainda o Edifício Altino Arantes, o mais alto do país, conhecido como prédio do Brasdesco.

O Mercado Municipal também é um marco da cidade. Ele fica aberto todos os dias da semana e também nos feriados, mas para fazer uma visita monitorada é preciso agendar. A visita é gratuita e poder ser feita em grupos de até 15 pessoas. O monitor acompanha o grupo e explica coisas como a história do “Mercadão”, dos vitrais do prédio, dos produtos incomuns que podem ser encontrados lá. De acordo com a assessoria o movimento do mercado vai de 12 a 50 mil pessoas diariamente. Nas férias esse número tende a subir 10%.

* Colaborou Alexandre Dall'Ara, estagiário do R7

Por R7
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Geral
25/09/2018 | Golpe do ''motoboy'' é o crime da moda
25/09/2018 | Há quatro meses faltam medicamentos no SUS
25/09/2018 | Redução de pressão de água é eficaz, mas exige medidas, diz professor
As mais lidas de Geral
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6196 dias no ar.