NOTÍCIA ANTERIOR
Comissão da Câmara altera lei dos planos de saúde
PRÓXIMA NOTÍCIA
Polêmica do dossiê agita casamento da filha de Dilma
DATA DA PUBLICAÇÃO 18/04/2008 | Política
São Caetano terá "CEU" no bairro Prosperidade
O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB), implementará uma proposta petista em sua administração. A cidade terá em breve uma escola que integrará atividades de educação, esporte, lazer e cultura, semelhante aos CEUs (Centros de Educação Unificados), idealizados pela Prefeitura de São Paulo na administração de Marta Suplicy (gestão de 2001 a 2004).

O anúncio da construção da instituição de ensino foi feito por Auricchio, durante a inauguração da reforma da Emef (Escola Municipal do Ensino Fundamental) Laura Lopes, no bairro Prosperidade. “Construiremos um equipamento no mesmo modelo do CEU, uma escola integrada que funcionará em período integral”, revelou.

A escola será edificada onde hoje está o Cespro ( Centro Social Prosperidade), localizado na Rua da Garça. O local funciona como um clube comunitário. O aparelhamento esportivo existente será recuperado e haverá incremento de novas ferramentas para atividade física.

O prefeito justificou a escolha do local ressaltando que o bairro Prosperidade – um dos mais carentes do município – passa por uma revitalização estrutural. “A população local merece respeito tanto quanto a de outros lugares. Queremos uma São Caetano cada vez mais igualitária, com qualidade de ensino tanto para os filhos dos ricos quanto para os filhos dos pobres”, enfatizou.

A intenção da administração é fazer com que haja efetiva integração entre a classe estudantil e a comunidade do bairro. “Escola não é só prédio. Temos de valorizar e incentivar o convívio social entre as pessoas”, observou Auricchio.

De acordo com a Prefeitura, as obras serão iniciadas no meio do ano. A escola atenderá alunos do ensino fundamental (1ª a 8ª séries), “preferencialmente de São Caetano”, segundo o Executivo. Isso porque os equipamentos públicos do bairro Prosperidade recebem muitas famílias de bairros da Capital, que fazem divisa com o município do Grande ABC.

A administração ressalta que não há déficit de vagas no ensino fundamental da cidade e justifica a construção de uma nova unidade escolar devido à grande procura por escolas municipais – no ano passado foram municipalizadas dez instituições que estavam sob responsabilidade do Estado.

Atualmente estudam no ensino fundamental de São Caetano 18 mil alunos, sendo cerca de 12 mil estudantes oriundos de escolas municipais e o restante, de estaduais.

Desde agosto de 2003, a Prefeitura de São Paulo entregou 21 CEUs à população paulistana. A construção de cada complexo educacional custou, em média, R$ 17 milhões e o gasto com mobiliário e equipamento, R$ 2 milhões. Os objetivos são centrados no desenvolvimento integral das crianças e dos jovens, inovação de experiências educacionais e progresso da comunidade.

Por Beto Silva - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Política
25/09/2018 | Bolsonaro inicia dieta branda e faz caminhada fora do quarto, diz boletim
21/09/2018 | Bolsonaro diz nunca ter cogitado volta da CPMF e fixa postagem no seu Twitter
20/09/2018 | Ibope: Em São Paulo, Bolsonaro se isola com 30% das intenções de voto
As mais lidas de Política
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6236 dias no ar.