NOTÍCIA ANTERIOR
EMTU vai reembolsar usuários do transporte intermunicipal no ABCD
PRÓXIMA NOTÍCIA
Ponte em Santo André será reconstruída daqui dois anos
DATA DA PUBLICAÇÃO 26/01/2017 | Setecidades
Santo André mantém ponte na Avenida dos Estados fechada até obra do BID
Santo André mantém ponte na Avenida dos Estados fechada até obra do BID Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
Uma semana após o solapamento da ponte próxima ao Viaduto Castelo Branco, na Avenida dos Estados, em Santo André, conclusão de laudo técnico aponta comprometimento irreversível da estrutura e prevê gasto de R$ 3 milhões para o reparo da via. Diante do valor, a gestão do prefeito Paulo Serra (PSDB) considerou a obra “inviável técnica e economicamente” e decidiu que a área permanecerá interditada até que o município seja contemplado por projeto de mobilidade que aguarda liberação de verba do BID (Bando Interamericano de Desenvolvimento).

A explicação dada pelo Paço é a de que o documento apresentado ontem pelos engenheiros da Prefeitura e do Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) apontou que o risco de afunilamento da calha do Rio Tamanduateí é ainda maior caso seja executada intervenção para recuperação ou reconstrução da passagem. O estudo estima que cerca de 4.000 veículos trafeguem diariamente na região.

Além disso, conforme o prefeito, o projeto de mobilidade aprovado com recursos do BID já prevê a demolição da ponte daqui dois anos e implantação de outra estrutura na área. “A construção de nova ponte no local seria, neste momento, desperdiçar dinheiro público”, explica Serra.

O Paço aguarda autorização de órgãos federais para concretizar o andamento inicial e efetivo do projeto de obras viárias de impacto na cidade, financiado com empréstimo do BID. A instituição bancária já aprovou, em julho, o programa elaborado no valor de crédito de US$ 25 milhões, o equivalente a R$ 81,7 milhões, para construção e recuperação da infraestrutura urbana.

IMPROVISO

Sem possibilidade de abrir o trecho interditado para acesso de veículos, a Prefeitura anunciou ações emergenciais, incluindo a recuperação de todas as demais pontes da avenida, a custo de R$ 107 mil.

A primeira rota prevê que os motoristas que vêm de Mauá e dos bairros Parque Jaçatuba, Vila Curuça, Parque das Nações e Bangú com destino ao Campestre, Avenida Prestes Maia e rodovias Anchieta e Imigrantes, acessem o Viaduto Adib Chammas pelas pontes da Avenida dos Estados – acessos Sams Club (apenas automóveis) e Carrefour (automóveis e caminhões).

A segunda opção é destinada ao fluxo viário com origem do bairro Santa Terezinha e Vila Francisco Matarazzo com destino ao Campestre, Avenida Prestes Maia e rodovias Anchieta e Imigrantes. Neste caso, os motoristas acessarão a ponte da Avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima para conversão à esquerda na Avenida dos Estados, sentido Mauá.

A última alternativa para quem vem do 2º Subdistrito com destino ao Campestre, Avenida Prestes Maia e rodovias Anchieta e Imigrantes será pela ponte da Avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima, que terá sentido de direção invertido para conversão à esquerda na Avenida dos Estados no sentido Mauá.

Por Daniel Macário - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6236 dias no ar.