NOTÍCIA ANTERIOR
Moradores de Ribeirão Pires fazem abaixo-assinado por CEI
PRÓXIMA NOTÍCIA
São Paulo vai rever acordos com Delta, diz Alckmin
DATA DA PUBLICAÇÃO 30/04/2012 | Política
Santo André contrata empresa do ramo elétrico para show
Santo André contrata empresa do ramo elétrico para show  Aliart e Canaa têm endereço na Vila Mariana, mas não funcionam no local. Foto: Luciano Vicioni.
Aliart e Canaa têm endereço na Vila Mariana, mas não funcionam no local. Foto: Luciano Vicioni.
Prefeitura gasta R$ 140 mil com apresentações em comemoração ao aniversário da cidade

A Prefeitura de Santo André contratou uma empresa no ramo de aparelhos elétricos para a realização do show do cantor sertanejo Daniel. A apresentação ocorreu em 8 de abril, em comemoração ao aniversário da cidade. O custo foi de R$ 140 mil.
A empresa contratada foi a Pro 21 Soluções Ltda., constituída em 21 de junho do ano passado, de acordo com a ficha cadastral da empresa junto à Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo). O objeto social da empresa é comércio varejista de material elétrico, manutenção e reparação de máquinas, aparelhos elétricos, manutenção elétrica e obras de alvenaria e comércio varejista especializado de instrumentos musicais e acessórios.

Com sede em São Caetano, na rua Bertolino da Cunha, no bairro Oswaldo Cruz, a “empresa” é uma residência comum.

Há 15 dias o ABCD MAIOR publicou reportagem em que uma das empresas contratadas pela Secretaria da Cultura para a realização de shows de Zé Geraldo e Renato Teixeira tinha endereço de ferro velho em Rio Grande da Serra.

Endereços falsos - Outras duas empresas contratadas para a contratação de shows também têm endereços falsos. A equipe de reportagem do ABCD MAIOR esteve nesta quarta-feira (25/04) em dois endereços: o da empresa Aliart – Promoção e Realização de Eventos, na rua Joaquim Távora, nº 321, sala, 01, na Vila Mariana, e o da Canaa Promoção e Realização de Eventos Ltda., no mesmo prédio, só que na sala 04.

A equipe perguntou nos três andares sobre as empresas, mas só uma pessoa soube informar. Um dos funcionários da empresa de Contabilidade, no primeiro andar, afirmou que as duas empresas tinham endereço no local, mas que não funcionavam ali e forneceu o telefone de duas pessoas que seriam responsáveis pelas empresas (Simone e Solange), que receberam neste ano cerca de R$ 50 mil da Prefeitura.

O ABCD MAIOR telefonou para o número indicado e a pessoa informou que o escritório ficava na rua General Sócrates, 216, na Penha. Mostrando-se nervosa, a pessoa que se identificou como Simone ameaçou a reportagem de mover processo na Justiça caso houvesse a publicação da reportagem e afirmou que teria outras 14 produtoras. “Não sou obrigada pela Receita Federal a colocar um único endereço. Não existe nada de errado. Lá fica o meu contador que cuida das minhas empresas”, disse Simone, que logo em seguida desligou o telefone.

Sobre as empresas contratadas, a Prefeitura disse que todos os serviços foram realizados “a contento” ou estão sendo prestados, “não havendo nenhum óbice” quanto às atividades desses profissionais representados por essas empresas. “A contratação seguiu rigorosamente todo o trâmite descrito na Lei 8.666, não havendo irregularidades nos processos”, argumentou a Prefeitura. De acordo com a Prefeitura, a empresa que fez o show do cantor Daniel também tem no objeto social a produção musical. Sobre os endereços, a administração disse que caberá às empresas um posicionamento.

Por Gislayne Jacinto - ABCD maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Política
25/09/2018 | Bolsonaro inicia dieta branda e faz caminhada fora do quarto, diz boletim
21/09/2018 | Bolsonaro diz nunca ter cogitado volta da CPMF e fixa postagem no seu Twitter
20/09/2018 | Ibope: Em São Paulo, Bolsonaro se isola com 30% das intenções de voto
As mais lidas de Política
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6197 dias no ar.