NOTÍCIA ANTERIOR
Piscinões de Mauá serão limpos com ajuda do Estado
PRÓXIMA NOTÍCIA
Guarda Civil Municipal de Mauá prende em flagrante duas pessoas por tráfico de entorpecentes
DATA DA PUBLICAÇÃO 24/08/2007 | Cidade
Sama declara guerra aos vazamentos
Os vazamentos na rede de abastecimento e distribuição de água em Mauá estão com os dias contados. O Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) acaba de contratar empresa especializada em detecção de vazamentos não visíveis na rede de abastecimento e distribuição de água em Mauá, ou seja, aqueles que se encontram em tubulações enterradas que conduzem água sob pressão.
Iniciado pela rua Carlos de Campos, no Parque São Vicente, o serviço está sendo executado pela Etep Consultoria, Gerenciamento e Serviços, que até o final deste ano promoverá espécie de varredura em 3 dos atuais 8,5 quilômetros de rede existentes atualmente no município. A operação caça vazamento é executada por duas equipes, que empregam equipamentos acústicos como hastes de escuta e geofones mecânico e eletrônico na captação de ruídos e localização de vazamentos subterrâneos. O sistema confere maior precisão na identificação dos vazamentos e agilidade na solução do problema.
“Com essa operação pretendemos reduzir significativamente os índices de perdas, já que boa parte da água potável distribuída em Mauá vai para o ralo sem ser aproveitada. Os principais vilões de tal desperdício são tubulações deficitárias e ligações irregulares, e regularizar essa situação é uma das prioridades da nossa gestão”, explica o superintendente Francisco Esmeraldo Felipe Carneiro, o Chiquinho do Zaíra.
De acordo com a ANA (Agência Nacional de Água), de cada 100 litros que as companhias captam, apenas 60, em média, chegam à casa dos usuários. O ideal seriam perdas em torno de 20%, padrão aceito mundialmente. “Apesar da autarquia ter praticamente 70% dos hidrômetros da cidade regularizados e contar com 94 mil economias – ligações de água -, isso não evita que o índice de perdas seja elevado devido a diversoss fatores, entre os quais vazamentos não visíveis, tubulações antigas e ligações clandestinas”, disse o assessor técnico Rogério Costa, o Kuka. Entre os bairros considerados mais críticos figuram os bairros Sonia Maria, Itapark, Parque das Américas, Jardim Oratório, Itapeva, IV Centenário e Jardim Mauá. O serviço de geofonamento é indicado principalmente para pontos onde apesar do volume de água ser relativamente alto a pressão é normalmente baixa.

Por PMM - Comunicação Social
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.