NOTÍCIA ANTERIOR
Mitsubishi diz no Salão que quer dobrar produção no Brasil até 2015
PRÓXIMA NOTÍCIA
Termina quarta-feira licenciamento de carros com placa de final 8
DATA DA PUBLICAÇÃO 24/10/2012 | Veículos
Salão do Automóvel abre para o público nesta quarta-feira
Salão do Automóvel abre para o público nesta quarta-feira New Fiesta é uma das apostas da Ford para o mercado na categoria de modelos médios. Foto: Andris Bovo
New Fiesta é uma das apostas da Ford para o mercado na categoria de modelos médios. Foto: Andris Bovo
Montadoras anunciam as novidades e investimentos que serão realizados no Brasil em evento em São Paulo

Na semana de abertura do Salão do Automóvel de São Paulo, além das novidades em tecnologia e designer dos veículos, algumas montadoras anunciam investimento no País e a expectativa de vendas de alguns lançamentos. O evento acontece de 24 de outubro a 4 de novembro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Capital. Os ingressos do salão custam a partir de R$ 40 para adulto.

A Volkswagen divulgou um pacote de quase R$ 750 milhões para ampliação da capacidade produtiva das plantas de São Carlos e a de Taubaté. O valor já está incluso no plano geral anunciado pela fábrica em 2011, de R$ 8,7 bilhões total de investimentos entre 2011 e 2016.

O presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, afirmou que R$ 427,8 milhões serão aplicados em Taubaté, em uma nova linha de pintura na fábrica que receberá 70 robôs. Com o investimento, a capacidade produtiva da unidade será ampliada de 1.100 carros por dia para 1.300 . E em São Carlos serão R$ 315 milhões para a ampliação da fábrica de motores, que passará de 3,8 mil unidades ao dia para 4,8 mil unidades. Inicialmente havia a possibilidade de parte desses investimentos serem para planta de São Bernardo, porém a decisão da montadora foi otimizar plantas aonde haviam pequenos gargalos de produção.

Entre as várias novidades, o Novo Gol duas portas foi apresentado pela Volkswagen tendo como garoto propaganda, o jogador de futebol Neymar.

No Brasil - A montadora de automóveis alemã BMW vai começar a produzir carros no Brasil no final de 2014. O anúncio foi feito pelo vice-presidente de Vendas e Marketing da empresa, Ian Robertson.

A nova fábrica será instalada em Araquari, Santa Catarina, e deverá gerar cerca de mil empregos diretos. Robertson explicou que a empresa vai oferecer capacitação para os empregados locais, com treinamento de trabalhadores brasileiros nas fábricas da Alemanha e de outros países, “para que, ao darmos início às operações de fabricação, eles estejam em condições de fabricar no padrão BMW”.

A Ford anunciou que a expectativa com a nova EcoSport é conquistar 50% das vendas acima dos principais concorrentes. “ Temos diversos diferenciais além do designer e tecnologia. Haverá o modelo da Eco com câmbio com seis velocidades, é a melhor tecnologia em transmissão”, disse o Jorge Chear, diretor de vendas da Ford do Brasil. A nova Ranger, Novo Fusion, e o New Fiesta sedã são outras apostas da marca para liderar o mercado em diversas categorias de veículos.

O lançamento mundial do Onix da GM (General Motors) tem diversos opcionais e diferenciais. O modelo totalmente desenvolvido no Brasil, traz dispositivos para aplicativos de música, navegador, fotos e vídeos e custará a partir de R$ 29.990.

O presidente da Anfavea ( Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Cledorvino Belini, afirmou que o evento brasileiro de automóveis ganhou mais destaque este ano. “Muitas marcas estão apostando no mercado brasileiro e sul americano porque as economias estão melhores do que boa parte do mundo. Muitos executivos das matrizes estarão presentes no evento, e por isso há tanta expectativa nos lançamentos”.

Grandes marcas têm grandes trabalhadores

Em parceria com a CNM/CUT (Confederação Nacional dos Metalúrgicos), a UAW (United Auto Workers) vai divulgar no 27º Salão Internacional do Automóvel no dia em abre para o público, nesta quarta (24/10) a campanha “Por trás de toda grande marca existe um grande trabalhador”. Pela primeira vez na história do salão, representantes dos trabalhadores participam ativamente com a presença nesse estande.

Durante o salão, trabalhadores nas montadoras brasileiras Ford, Scania, Mercedes-Benz e Volkswagen vão auxiliar nesse trabalho de pesquisa junto aos consumidores. São cinco perguntas relacionadas ao trabalho decente para conhecer a opinião dos consumidores sobre o assunto. A pesquisa pretende levantar dados sobre o assunto e saber se as condições de trabalho nas montadoras podem influenciar no momento da compra de um carro. O resultado da pesquisa servirá de base para os representantes dos sindicatos desenvolverem campanhas para o trabalho decente junto aos trabalhadores nas montadoras no Brasil e no mundo. João Cayres, secretário-geral e de relações Internacionais da CNM/CUT, diz que a ação é inédita. “Vai ao encontro da nossa luta internacional contra o trabalho precário, campanha em marcha pela nossa federação internacional IndustriAll. Temos que fazer este trabalho de conscientização junto aos consumidores e consumidoras de veículos no mundo todo”, enfatiza.

Por ABCD Maior - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6335 dias no ar.