NOTÍCIA ANTERIOR
Dor reduz libido das fêmeas, mas não dos machos, de acordo com estudo
PRÓXIMA NOTÍCIA
Estados Unidos autorizam teste para detectar câncer do colo do útero
DATA DA PUBLICAÇÃO 25/04/2014 | Saúde e Ciência
Sábado é o Dia D da vacinação contra a gripe
Sábado é o Dia D da vacinação contra a gripe Idosos estão entre os que devem ser vacinados. Foto: Andris Bovo
Idosos estão entre os que devem ser vacinados. Foto: Andris Bovo
No ABCD, imunização poderá ser feita nas unidades básicas de saúde

O Ministério da Saúde promove neste sábado (26/04), em todo o País, o "Dia D" da campanha de vacinação contra o vírus Influenza, causador da gripe. Postos de saúde, entre fixos e volantes, estarão abertos das 8h às 17h. No ABCD, a imunização poderá ser feita nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e a população-alvo soma 682 mil pessoas. No Estado, a meta é imunizar 9,2 milhões de paulistas, o que representa 80% do público-alvo.

Devem receber a vacina idosos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças a partir de seis meses e com menos de cinco anos de idade, indígenas, pacientes diagnosticados com doenças crônicas e profissionais de saúde.

A novidade para a campanha deste ano é o aumento da faixa etária abrangida entre a população infantil. Até o ano passado, a vacinação incluía crianças entre seis meses a menores de dois anos.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha também irá proteger a população contra outros dois tipos do vírus influenza: influenza A H3N2 e B. A campanha segue até 9 de maio.

"É importante reforçar aos pais e responsáveis que a faixa etária para a vacinação contra a gripe entre as crianças foi ampliada neste ano. Todas as crianças entre seis meses e quatro anos de idade podem tomar a vacina gratuitamente em qualquer posto de vacinação. Vale esclarecer também que a vacina não provoca, de maneira nenhuma, gripe em quem tomar a dose, pois é feita de pequenos fragmentos do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção", afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria de Saúde do Estado.

Por ABCD Maior - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6195 dias no ar.