NOTÍCIA ANTERIOR
Torcedores compram 29,5 mil ingressos para jogo contra Vasco
PRÓXIMA NOTÍCIA
Grêmio paga os salários atrasados e discute parceria
DATA DA PUBLICAÇÃO 03/06/2009 | Esportes
Ronaldo x Vasco: história mostra bolas na rede, mas nenhuma vitória
Como profissional, Ronaldo jamais enfrentou o Vasco, adversário do Corinthians nesta quarta-feira, no Pacaembu, pela semifinal da Copa do Brasil. Mas nas categorias de base do São Cristóvão a história foi diferente. Ainda chamado de Ronaldo Luís, ele encarou o time cruzmaltino em quatro oportunidades.

É verdade que o Fenômeno não deu sorte nesses confrontos (perdeu dois e empatou dois), porém duas vezes ele deixou sua marca (nas igualdades). Sem atuar pelo Timão há três jogos por conta de uma lesão na panturrilha direita, Ronaldo está com sede de gol. E o Vasco pode ser sua vítima.

- Estou com muita saudade de fazer gols. Faz um tempão que não faço. Estou precisando. Eu quero fazer gol sempre, mas não é sempre que vou conseguir – declarou o Fenômeno, que não balança as redes desde 6 de maio, quando fez os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, nas oitavas de final da Copa do Brasil.

As súmulas dos jogos que o atacante fez contra a equipe de São Januário estão guardadas até hoje nos arquivos do São Cristóvão, assim como as dos encontros com outros rivais cariocas, como o Fluminense, eliminado pelo Timão nas quartas de final da Copa do Brasil – vitória por 1 a 0 em casa e empate por 2 a 2 fora.

O primeiro encontro do Fenômeno com o Vasco foi ainda pela categoria mirim, no dia 26 de agosto de 1990, perto de o atacante completar 14 anos. Na ocasião, vitória cruzmaltina por 2 a 0. Os outros três duelos foram pelo infantil, um ano depois. Empates por 1 a 1 e 2 a 2 (Ronaldo marcou em ambos) e derrota por 4 a 0 (confira a tabela abaixo).

- O Ronaldo é impressionante. Quanto pior é o problema que ele passa, mais forte ele reaparece. Na época em que ele atuava nas categorias de base já era um fenômeno. Fazia gol de todo jeito O problema dele era a timidez, mas com o tempo passou – falou Renato Campos, diretor administrativo do São Cristóvão.

Com cuidado, o clube da zona norte do Rio de Janeiro arquiva também as súmulas do primeiro e do último jogo de Ronaldo pelo clube (estreia com três gols no triunfo sobre o Tomazinho por 5 a 2, em 1990, e despedida com vitória por 2 a 0 em cima do Barra Mansa, em 1992). Sem falar de um documento que conta sua história lá.

Por Leandro Canônico e Clícia Oliveira / São Paulo e Rio de Janeiro - Globo Esporte
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Esportes
21/09/2018 | Tite convoca Pablo, Walace e Malcom para duelos contra Arábia Saudita e Argentina
20/09/2018 | Real Madrid atropela a Roma por 3 a 0 e inicia bem a luta pelo tetracampeonato
18/09/2018 | Jogador de vôlei que jogou em Santo André é encontrado morto na Espanha
As mais lidas de Esportes
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6196 dias no ar.