NOTÍCIA ANTERIOR
Raios voltam a causar estragos no Grande ABC
PRÓXIMA NOTÍCIA
São Bernado reorganiza estacionamento do Paço
DATA DA PUBLICAÇÃO 17/01/2014 | Setecidades
Restauro de Paranapiacaba começa no segundo semestre
Restauro de Paranapiacaba começa no segundo semestre Dos 44 municípios contemplados pelo PAC Cidades Históricas, Paranapiacaba receberá o maior número de intervenções: R$ 43 milhões
Dos 44 municípios contemplados pelo PAC Cidades Históricas, Paranapiacaba receberá o maior número de intervenções: R$ 43 milhões
Projeto do Iphan deve ser aprovado até março; todas as casas de madeira da vila serão restauradas

O restauro da Vila de Paranapiacaba, em Santo André, terá início no segundo semestre deste ano. De acordo com a Secretaria de Paranapiacaba e Parque Andreense, tão logo o projeto executivo seja aprovado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o que deve ocorrer entre fevereiro e março, a Prefeitura abre o processo de licitação para as obras.

Dos 44 municípios contemplados pelo PAC Cidades Históricas, Paranapiacaba receberá o maior número de intervenções: R$ 43 milhões do governo federal que serão empregados quase integralmente no restauro de 100% das casas de madeira da vila.

“Ao todo, serão 250 intervenções. É muita coisa. Por isso tanto tempo formulando o projeto. Em 2013 não conseguimos arrumar a casa. A gente tentou entender em que pé estava essa casa e corremos para trazer recurso. Deu certo. Neste ano vamos arrumar as coisas”, afirmou o secretário Ricardo Di Giorgio.

RESPIRAR MELHOR

Quem mora na vila não vê a hora de isso acontecer. O morador e comerciante Gersino Luiz da Silva afirma que 2013 foi ano de respirar um pouco melhor e pede mais atenção do governo. “O mundo ideal para nós seria retomar a subprefeitura. Sem o governo aqui, estamos reféns das ações (e recursos) de outras secretarias, como Cultura e Obras, que não têm dado à vila a importância que ela tem.”

Ainda assim, Gersino reconhece que a economia da vila já caminha mais aliviada. “O último festival foi muito melhor que nos anos anteriores. Mas quem está aqui quer que seja como em 2007, 2008. E sabemos que é possível.”

FUNDO

O Fundepapa (Fundo de Paranapiacaba), onde estão depositados R$ 3 milhões, também será aplicado na reestruturação da vila este ano. O fundo ficou bloqueado pela Justiça com a extinção da subprefeitura, em 2009, pela gestão do ex-prefeito Aidan Ravin (PTB), e com o consequente desmanche do Conselho de Paranapiacaba, formado pela sociedade civil e governo. Apenas com aprovação do conselho a verba pode ser manejada.

No fim de 2013 o conselho foi eleito e em fevereiro serão feitas assembleias com a população na vila para definir o destino do fundo.

Prefeitura estuda retomar Cooperativa de Marceneiros

Paralelamente ao processo de restauro, também está em curso a retomada dos contratos da Prefeitura com a antiga Cooperativa de Marceneiros de Paranapiacaba. O convênio foi cortado em 2009 pela gestão do ex-prefeito Aidan Ravin (PTB) e, com a vinda dos recursos do PAC, a reestruturação da cooperativa será fundamental.

“Embora a cooperativa tenha sido desfeita, todo o maquinário está guardado e temos também algum estoque de madeira, é só restabelecer os trabalhos. E será muito importante. As portas e janelas das casas, por exemplo, não é possível comprar prontas numa loja de material de construção, elas têm de ser idênticas. Vamos colocar essa mão de obra, que é da vila, para trabalhar”, garantiu o secretário.

SENAC

Além dos cooperados, a Prefeitura pretende formar mais marceneiros. De acordo com Di Giorgio, a Administração negocia com o Senac uma unidade na vila, para o curso de marcenaria. “Estamos preocupados com o pós-PAC. É claro que para as reformas deste ano dará tempo, mas quando prontas teremos de manter essas casas conservadas, e é importante que a população da vila tenha qualificação para isso.”

Diretores e educadores do Senac já visitaram a vila e o convênio deve ser assinado nos próximos meses.

Por Carol Scorce - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6291 dias no ar.