NOTÍCIA ANTERIOR
Artesanato para todos
PRÓXIMA NOTÍCIA
Caraguá e suas atrações
DATA DA PUBLICAÇÃO 30/01/2008 | Turismo
Relíquias no centro
A cidade de João Pessoa surgiu de uma forma um tanto quanto curiosa: de costas para o mar. Os portugueses que lá chegaram em 1585 foram bloqueados pela barreira de corais, existente em praticamente todos os 25 quilômetros do litoral, e não conseguiram aportar pelo oceano.

A saída, então, foi a foz do Rio Paraíba. Tudo começou a se desenvolver em função do rio e os portugueses resolveram fundar a cidade por ali mesmo.

Apenas nos anos 1970 as construtoras iniciaram o desbravamento do mar e teve início a urbanização dessa parte da Capital, antes tida somente como região de acampamento, de difícil acesso.

Imperdível
O Centro Histórico de João Pessoa é um parada obrigatória. Uma boa sugestão é começar o passeio pelo conjunto barroco formado pela Igreja de São Francisco, seu imponente cruzeiro e o Convento de Santo Antônio. O complexo religioso, convento antigo de franciscanos, começou a ser construído em 1589 e levou cerca de 200 anos para ser finalizado.

Lá dentro há um acervo notável de arte sacra dos séculos 18 e 19. Muitas peças foram esculpidas em madeira policromada. Um dos destaques é a imagem de Nossa Senhora do Rosário, do século 17. A obra foi encontrada durante a restauração do prédio, entre 1979 e 1990.

Peças de pedra calcária achadas durante a restauração contam a história da igreja. O templo, erguido pelos franciscanos, foi quase destruído durante a invasão holandesa, que durou de 1634 a 1654, e o exército fez do lugar um forte.

No interior do complexo há ainda um museu de arte popular, que guarda mais de 1.000 peças, com exemplares representativos de quase todas as regiões do País. Outro local que merece ser visitado é o Convento Igreja de Nossa Senhora do Carmo, construído em estilo barroco romano no século 16.

Prédios
No coração do Centro Histórico fica a Praça Anthenor Navarro, onde está a maior parte dos prédios restaurados do município. O trabalho foi realizado por jovens carentes com recursos de uma parceria entre o governo espanhol e o Estado. A recuperação se deu nos anos 1980.

Uma estrela do local é o edifício do Hotel Globo, o precursor da cidade, atualmente sede do Consulado da Espanha. Inaugurado em 1929, o prédio foi palco para grandes debates da época até a década de 1950, quando parou de funcionar.

A uma breve caminhada do hotel está a Igreja São Frei Pedro Gonçalves, do fim do século 19. Em 2002, foi totalmente restaurada. Durante o trabalho, foram encontrados vestígios de uma capela do século 17, atualmente expostos dentro da igreja.

Por Luciano Cavenagui - Diário do Grande ABC / Enviado a João Pessoa
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Turismo
18/09/2018 | Brasileiros precisarão de autorização de viagem para entrar na Europa a partir de 2021
17/09/2018 | Halloween Horror Nights 2018, do Universal Orlando, já está aberto
31/08/2018 | Campos do Jordão para crianças
As mais lidas de Turismo
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6189 dias no ar.