NOTÍCIA ANTERIOR
Empresa investe R$ 2 mi para abrir fábrica em Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Em Mauá, vereadores devolverão carros danificados à Prefeitura
DATA DA PUBLICAÇÃO 20/03/2013 | Cidade
Redução da perda de água evitaria gasto de R$ 21 mi
Estudo divulgado ontem pelo Instituto Trata Brasil indica que a redução de 10% no índice de perda de água entre as quatro maiores cidades do Grande ABC geraria receita 7% maior para as companhias de abastecimento por ano. Conforme a simulação, a arrecadação anual das empresas que distribuem água em Santo André, São Bernardo, Diadema e Mauá - cerca de R$ 300 milhões - seria ampliada em R$ 21 milhões.

O presidente do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, explica que com a redução, considerada pequena, as companhias teriam recurso disponível para investir, por exemplo, no tratamento de esgoto. "O maior problema do Grande ABC é a baixa taxa de tratamento de esgoto. Se coleta bastante, mas se trata pouco."

Nas quatro cidades do Grande ABC que participaram do levantamento, o tratamento de esgoto foi inferior a 35% em 2010. São Caetano, que não consta na pesquisa por não estar entre os 100 maiores municípios do País, tem 100% de coleta e tratamento.

A pesquisa tem como base o último diagnóstico do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), do Ministério das Cidades, feito em 2010.

Ao considerar a redução nas perdas financeiras, o maior incremento na receita operacional direta de água seria na Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), responsável pelo abastecimento em São Bernardo, que consta na pesquisa, além de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. A estimativa é que a arrecadação de R$ 109 milhões alcançada em São Bernardo em 2010 fosse ampliada em até 7,4%. A Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) teria o segundo maior aumento - passaria de R$ 47 milhões para R$ 50,4 milhões.

Em Mauá, o investimento representaria receita 6,1% maior para a Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) do que em 2010, quando foram arrecadados R$ 60 milhões. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) teria receita operacional direta 3,8% maior do que a registrada em 2010 - R$ 97 milhões.

ÍNDICE
Com exceção de Santo André, onde 27,3% da água produzida ou importada não é tarifada, nas outras três cidades o índice de perda de água é superior à média nacional de 37,5%. São Bernardo é o município com maior índice: 42,4%, seguido por Diadema (41,2%) e Mauá (38%).

A perda de água é causada por vazamentos na rede ou ligações clandestinas.

Companhias apontam queda nos índices

As companhias de abastecimento e distribuição de água que operam nas quatro maiores cidades da região destacaram possuir levantamento atualizado sobre as perdas da rede.

No caso de São Bernardo, a Sabesp informou que o índice atual é de 33% e a meta da empresa para 2016 é chegar a 25%. Para isso serão investidos R$ 4,8 bilhões em todo o Estado com trocas de ligações domiciliares, hidrômetros e redes de água, além de pesquisa de vazamentos.

Em Santo André, o Semasa apontou que o índice de perda foi de 22,1% em 2012 e que, em 2010, a perda era de 25,3%, e não de 27,3%, conforme a pesquisa. A autarquia prevê combate a vazamentos, remanejamento de 60 quilômetros da rede de água, instituição de microzonas de abastecimento, troca de 35 mil hidrômetros, instalação de válvulas redutoras de pressão e caça às fraudes.

Diadema tem índice de perda de água de 40% atualmente, segundo a Saned. A companhia pretende normalizar a pressão na rede de distribuição de água, pesquisar e reparar vazamentos, implantar setores menores de abastecimento, detectar e corrigir fraudes, analisar o parque de hidrômetros para identificar quais devem ser trocados e realizar atualização cadastral.

A Sama contratará empresas para reduzir as perdas de água em Mauá. Além de procurar vazamentos na rede, haverá trabalho de identificação de ligações clandestinas - conhecidas como ‘gatos'. A meta é reduzir o índice para 35% após um ano de contrato e chegar a 8% depois de três anos.

Por Natália Fernandjes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6770 dias no ar.