NOTÍCIA ANTERIOR
Folclore e aventura em Joanópolis
PRÓXIMA NOTÍCIA
De braços abertos para os Jogos Olímpicos
DATA DA PUBLICAÇÃO 20/10/2009 | Turismo
Público jovem aposta em novos horizontes
Com a chegada do fim do ano letivo, muitos estudantes do segundo grau e universitários em fase de conclusão de curso começam os preparativos para a tão esperada formatura.

A expectativa é alta: aproveitar ao máximo o momento de confraternização entre amigos e assim se despedir dos anos de estudo ao melhor estilo: viajando.

A contratação desses serviços, entretanto, exige atenção e cautela, especialmente porque diferentemente da compra de uma passagem individual - na qual o turista escolhe uma agência, visita a sede e faz a compra - aqui, são as agências que costumam se apresentar nas salas de aula. "Os pais devem se certificar quanto à idoneidade da empresa, evitando negócios de fachada", orienta o gerente da CVC Estudantes - especializada em roteiros para estudantes do Estado de São Paulo -, Rodermil Pizzo.

Uma boa forma de atestar a credibilidade de quem oferta o serviço é checar primeiramente as negociações da agência de viagens no mercado. "Ela deve ser reconhecida, mas não confie apenas no histórico de atendimentos da companhia, já que algumas empresas passaram a descumprir contratos após problemas administrativos e financeiros", alerta.

O ideal é que, após a visita dos representantes de viagem aos colégios ou universidades, a Comissão de Formatura se responsabilize por uma criteriosa pesquisa para atestar a existência legal, bem como para assegurar a certificação de qualidade nas viagens ofertadas pela empresa.

A recomendação se estende a uma visita à sede da companhia, que será determinante para fechar ou não o negócio. "O contrato deve trazer um adendo informando detalhadamente quais serviços serão ofertados e como serão prestados pela agência de viagens", diz Pizzo. "O documento deve incluir os horários de embarque e desembarque e, ainda, as informações sobre o hotel que acomodará os estudantes", completa.

Desse modo é possível evitar trocas de hotéis de última hora e até saber se as reservas realmente foram feitas. Para isso, basta ligar para o hotel após a definição do contrato e checar se realmente a administração possui reservas da companhia para o período estipulado para a viagem.

E se mesmo assim os planos furarem e os estudantes perceberem uma fraude, o ideal é recorrer ao serviço de atendimento ao cliente da empresa contratada em busca de solução amigável.

Se isso falhar, não hesite, procure um órgão de defesa do consumidor. "Tudo deve ser planejado para evitar frustrações, afinal, a viagem de formatura é uma experiência única de valor intransferível", defende Pozzi.

Novos horizontes - Se no passado, mais especificamente até meados de 2007, Porto Seguro (BA) reinava absoluto entre os destinos preferidos dos estudantes, hoje a história é diferente. Cruzeiros e roteiros no Nordeste se consagraram entre o público jovem, que, em comum acordo com os pais, passaram a escolher trajetos mais seguros e econômicos.

"A procura por cruzeiros cresceu 70% nos últimos anos, pois além do preço, conferem ambientes fechados de diversão aos estudantes, fato que deixa os pais mais tranquilos quanto à segurança da viagem", revela Pozzi. Vale lembrar que nesses casos, as festas estão inclusas na maioria dos pacotes de viagens o que favorece o custo-benefício do trajeto.

Outras opções muito procuradas são Natal (RN) e Fortaleza (CE), que, além de exuberantes praias e dunas, oferecem passeios inesquecíveis e uma agitada vida noturna. "A noite de Fortaleza é famosa e seu custo se tornou muito acessível nos últimos três anos. Para ter uma ideia, a procura deste destino cresceu mais de 30% entre o público jovem graças ao barateamento dos pacotes turísticos após a crise de 2008", explica Pozzi.

Segundo dados da CVC Estudantes, uma nova opção tem atraído muito os jovens, que também partem em busca de conhecimento. Este é o caso de pacotes com destino a Itacaré (BA), Porto Belo e Florianópolis (SC). "Durante a manhã os alunos são encaminhados a cursos complementares de graduação, com foco na atualização profissional. À tarde e à noite, ficam livres para aproveitar os passeios e as festas."

Por Eliane Quinalia - Especial para o Diário
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Turismo
18/09/2018 | Brasileiros precisarão de autorização de viagem para entrar na Europa a partir de 2021
17/09/2018 | Halloween Horror Nights 2018, do Universal Orlando, já está aberto
31/08/2018 | Campos do Jordão para crianças
As mais lidas de Turismo
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6199 dias no ar.