NOTÍCIA ANTERIOR
Facebook lança app Flash no Brasil para concorrer com Snapchat
PRÓXIMA NOTÍCIA
iPhones 7 e 7 Plus perdem entrada de fone, mas ganham resistência a água
DATA DA PUBLICAÇÃO 10/11/2016 | Tecnologia
Publicação em redes sociais vende dinheiro e documentos falsos
Publicação em redes sociais vende dinheiro e documentos falsos Anúncio também vendia documentos falsos. Foto: Reprodução
Anúncio também vendia documentos falsos. Foto: Reprodução
Post foi realizado no grupo Feira do Rolo ABC, mas foi apagado, assim como o perfil de quem postou

Na tarde desta quarta-feira (09/11), por volta das 14h15, uma publicação realizada nas redes sociais, no grupo Feira do Rolo ABC, famoso na Região para compra e venda de produtos usados ou novos, chamou a atenção e causou a indignação dos seguidos da página. Usando possivelmente um perfil falso, uma pessoa identificada apenas como Gui Antunes, postou um “serviço” de venda online de documentos e dinheiro falsos.

“Notas fakes de qualidade. Passa nos testes. Material de primeira, parecidas com originais. Vem com quem já tá 8 anos no mercado. Vem no chat”, explicava anúncio que ainda destacava a venda de documentos falsos, como RG e CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Além da mensagem, o post continha fotos dos materiais falsificados.

Em uma das fotos anexas ao anúncio, havia uma tabela com os valores de quanto custava o lote das notas falsas. O mínimo para a transação era de R$ 200 que poderia se transformar em notas falsas de 20,50 ou 100 reais. O anúncio deixava claro também que a entrega seria feita em qualquer lugar do País. Fabricar, vender ou comprar dinheiro e documentos falsos é crime e a pena pode chegar a 12 anos de prisão.

O post não ficou muito tempo no ar. Quando a denúncia chegou ao ABCD MAIOR, a reportagem ainda conseguiu acessar o perfil de Gui Antunes, pessoa que realizou o post. No perfil, recém criado, havia apenas duas pessoas na lista de amigos e sem nenhuma outra informação ou foto do dono da conta. Por volta das 16h, quando a reportagem tentou acessar novamente o perfil, o mesmo já tinha sido retirado do ar, assim como o post na página Feira do Rolo ABC.

Em nota, a Polícia Civil informou que toda denúncia deve ser realizada pelo telefone 181 e pode ser feita de maneira anônima. "Quando a pessoa for vítima de crime virtual, deve registrar a ocorrência em qualquer delegacia", esclareceu em trecho do documento. A nota esclareceu ainda que os procedimentos para rastreamento e investigação de crimes virtuais não podem ser revelados por questões estratégicas.

Por Claudia Mayara - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Tecnologia
21/09/2018 | Brasileiro fica quase 3 horas por dia assistindo a vídeos online; aumento foi de 135% em 4 anos
19/09/2018 | Sony anuncia PlayStation Classic, versão mini do PS1 com 20 jogos na memória
18/09/2018 | A curiosa razão por que o relógio sempre marca 9:41 nos anúncios da Apple
As mais lidas de Tecnologia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6233 dias no ar.