NOTÍCIA ANTERIOR
Substituições garantem ceia de Natal mais saudável
PRÓXIMA NOTÍCIA
Fogos de artifício continuam causar acidentes na Região
DATA DA PUBLICAÇÃO 26/12/2013 | Setecidades
Protetores de animais lutam por hospital público veterinário
Protetores de animais lutam por hospital público veterinário Luiz Fernando acredita que Região pode atender gratuitamente a demanda dos animais. Foto de Andris Bovo
Luiz Fernando acredita que Região pode atender gratuitamente a demanda dos animais. Foto de Andris Bovo
Abaixo-assinado busca 10 mil assinaturas

Consultas, cirurgias, medicações, curativos e exames laboratoriais de qualidade e gratuito para os cães e gatos abandonados, atendidos assinado que solicita construção de um hospital público veterinário na Região. A meta do grupo é conseguir 10 mil assinaturas para que o documento seja entregue ao presidente do Consórcio Intermunicipal e prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho.

“Nossa Região tem uma grande demanda para o serviço e nas clínicas particulares tudo é caro. Só uma consulta varia entre R$ 70 a $ 100. Já uma pequena cirurgia custa até R$ 3,5 mil. No hospital veterinário seria tudo gratuito”, explicou um dos protetores e voluntários do Lar Amparo aos Animais de Diadema, Luiz Fernando ale. Até o momento, o abaixo- assinado reuniu 1,3 milassinaturas.

Para a protetora Cleonice Bueno, o hospital veterinário no ABCD é um sonho para qualquer amante dos animais. “Hoje quando resgatamos animais machucados não temos para onde levá-los. Nas clínicas particulares é preciso pagar e nem sempre temos dinheiro”, comentou.

Já a protetora Telma de Cássia Pereira acredita que o equipamento ontribuirá para a diminuição da população de animais de rua. “Muitos deles são abandonados porque adoecem e os donos não têm como cuidar”, avaliou. Interessados em participar da petição devem entrar em contato com Vale pelo telefone 9 7172-6248 ou acessar o facebook dele (Gordinho de Diadema).

A ideia é que a verba para construir e equipar o hospital veterinário venha das sete prefeituras, via Consórcio Intermunicipal. Já para manter equipamento, Vale sugere que sejam usados recursos de emendas de deputados estaduais, federais e doações. “Nossa expectativa é criar algo para a Região igual ao hospital veterinário do Tatuapé”, destacou Vale. O Hospital Público Veterinário do Tatuapé, na zona Leste da Capital, é o primeiro do País a atender os animais gratuitamente. A unidade, inaugurada em julho desse ano, foi totalmente custeada pela Prefeitura de São Paulo e é administrada pela Anclivepa- SP (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais de São Paulo).

O atendimento é exclusivo para proprietários de animais inscritos nos programas sociais da Prefeitura (bolsa família, renda mínima, renda cidadã, entre outros), animais vindos de abrigos e ONGs.

O hospital oferece UTI (Unidade de Terapia Intensiva), internação para até 14 animais, veterinária 24 horas, cirurgias, odontologia e xames como hemogramas, bioquímicos e sorologias, eletrocardiograma, ultrassom e radiografias. Todos os dias são realizados a distribuição de 30 senhas para atendimento.

Por Claudia Mayara - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6332 dias no ar.