NOTÍCIA ANTERIOR
PR de Mauá decide entregar chefia da Pasta de Esportes
PRÓXIMA NOTÍCIA
28º Festival Internacional de curtas metragens de São Paulo em Mauá
DATA DA PUBLICAÇÃO 27/09/2017 | Cidade
Protesto paralisa serviço de radiologia no Hospital Nardini
 Protesto paralisa serviço de radiologia no Hospital Nardini Hospital Nardini. Foto: Fundação do ABC
Hospital Nardini. Foto: Fundação do ABC
Servidores vinculados à SPX Imagem suspenderam, na manhã de ontem, a realização de exames de imagem no Hospital Nardini, em Mauá, por cerca de três horas. O protesto,em razão de atraso nos salários dos 19 funcionários, piorou a já difícil situação do equipamento de Saúde. Sem o serviço, pacientes foram obrigados a se deslocar por conta própria e, em casos de urgência por meio de ambulâncias, para UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) do município para realização de raio-x, tomografia e ultrassom.

Moradora do Jardim Elizabeth, a cuidadora de idosos Maria das Graças Silva de Oliveira, 44 anos, teve dificuldades para que a filha, Thaís Silva de Oliveira, 16, fizesse raio-x. “Cheguei aqui às 7h50 e fui obrigada a ir até a UPA Maringá (longe cerca de 3,5 quilômetros do Nardini) para fazer o exame e retornar aqui no hospital para mostra para o médico. Isso que ainda tive a ajuda de um parente, que trouxe e levou a gente. É um descaso com a população”.

O autônomo Elias Barbosa, 42, que também precisava realizar raio-x, não teve a mesma sorte. “Vim fazer exame para a retirada do gesso do meu pé esquerdo, mas eles disseram que não tinha como fazer raio-x. Fui obrigado colocar outro gesso e só daqui oito dias poderei fazer o exame. Um absurdo”, reclama.

De acordo com o Sinttaresp (Sindicato dos Tecnólogos, Técnicos e Auxiliares em Radiologia no Estado de São Paulo), o pagamento acordado entre a FUABC (Fundação do ABC), gestora do Hospital Nardini, e a SPX Imagem vem sendo descumprido há quatro meses. “A dívida é referente a nota que venceu em junho, porém desde o ano passado a empresa relata problemas no pagamento de serviços”, explica o diretor Mario Manduca. Funcionários alegam que a FUABC possui dívida de R$ 1,2 milhão junto à empresa.

Em nota, a FUABC disse que a paralisação ficou restrita ao Hospital Nardini e que foi “informada que a prestadora de serviços e a Secretaria de Saúde de Mauá estão em tratativas para o acerto de eventuais pendências”. A Prefeitura destacou que a SPX Imagem recebeu proposta de solução do impasse financeiro e que “não houve transtorno a pacientes do Hospital Nardini”. Está agendada para sexta-feira novo encontro para tentativa de resolução do problema.

Por Daniel Macário - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6232 dias no ar.