NOTÍCIA ANTERIOR
Jovem de 21 anos sofre de síndrome rara e não consegue passar dos 30 kg
PRÓXIMA NOTÍCIA
Cientistas descobrem marcadores genéticos de longevidade
DATA DA PUBLICAÇÃO 01/07/2010 | Saúde e Ciência
Professores serão vacinados contra gripe
A Secretaria Estadual da Saúde decidiu imunizar contra a gripe A H1N1 os professores e demais profissionais que atuam em escolas públicas e particulares de todo o Estado. As doses já estão disponíveis nos postos de saúde.

Terão acesso à vacina cerca de 500 mil profissionais a partir de 40 anos que atuam em estabelecimentos de ensino fundamental e médio. Essa faixa etária não foi contemplada entre os grupos prioritários da campanha de vacinação. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde ainda não há previsão de quantos profissionais tomarão a dose no ABC.

Para se imunizar, basta procurar um posto de saúde e apresentar holerite ou outro comprovante do trabalho e um documento pessoal com foto. Os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas.

“Os educadores e demais funcionários são pro­fissionais que atuam diretamente com muitas crianças. O objetivo é evitar que o professor fique doente e prejudique o ano letivo dos alunos”, afirmou Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde.

A vacinação para esse novo grupo se estenderá até dia 16. A vacina é segura e eficaz. A única contra-indicação é para quem tem alergia a ovo de galinha.

Média nacional

Desde o dia 8 de março, quando a campanha foi iniciada, até o último dia 24 foram imunizados contra a nova gripe 20 milhões paulistas, o que representa 47,5% de toda a população estimada para o Estado segundo a Fundação Seade. A proporção de vacinados é maior do que a média nacional e também supera a de países como os Estados Unidos.

A vacinação contra a nova gripe se encerrou ontem, para os todos os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, com exceção da segunda dose necessária para crianças entre seis meses e 4 anos e 11 meses e aquelas até 8 anos de idade com doenças crônicas. No entanto, em São Bernardo, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade continua tentando atingir a meta de 80% de cobertura da vacina contra a gripe H1N1 entre as gestantes e os adultos de 30 a 39 anos. Também prossegue a campanha de vacinação contra a gripe sazonal (comum) para os maiores de 60 anos e contra a paralisia infantil para menores de 5 anos.

Por Diário Regional - Reportagem Local
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6195 dias no ar.