NOTÍCIA ANTERIOR
São Bernardo recebe repasse de R$ 780 mil para habitação
PRÓXIMA NOTÍCIA
Corpo do deputado João Herrmann Neto será enterrada nesta 2ª
DATA DA PUBLICAÇÃO 12/04/2009 | Política
Prefeituras ignoram potencial da internet
As prefeituras do Grande ABC desconhecem o potencial da internet como canal de comunicação com a população. As administrações também parecem ignorar que 25% dos brasileiros com mais de 16 anos usou a internet para interagir com órgãos públicos em 2007, como aponta uma pesquisa realizada pelo Cetic (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação).

Embora todas as administrações da região possuam site, a comunicação via internet com os munícipes - feita por e-mail - é disponibilizada apenas por Santo André, São Caetano, Diadema e Ribeirão Pires. Nas outras cidades - São Bernardo, Mauá e Rio Grande da Serra - o munícipe que pretender tirar alguma dúvida, fazer reclamação ou sugestão ao prefeito ou secretários tem uma única opção: o telefone.

"Falta planejamento estratégico de comunicação. No geral, as áreas de comunicação das prefeituras e os chefes do Executivo não dão a importância devida ao assunto. Eles se preocupam com Educação, a Saúde e esquecem que a comunicação pode ser usada para solucionar esses problemas", explica o cientista político Sávio Ximenes Hackradt.

O cenário, que parece desanimador, tende a mudar. "Já há órgãos públicos que interagem com a população e isso vai se multiplicar". Exemplo disso é o governo do Estado de São Paulo que anunciou na quarta-feira o lançamento oficial de um perfil no Twitter - serviço de miniblogs, que possui cerca de seis milhões de usuários no mundo. No endereço (http://twitter.com/governosp), os usuários cadastrados receberão informações atualizadas sobre abertura de concursos públicos, agenda cultural, entre outros.

O governo de São Paulo também irá publicar no YouTube todos os vídeos e campanhas, a exemplo do é feito pelo governo do Distrito Federal.

Administrações oferecem sites desatualizados
Sites desatualizados com links que não funcionam, e-mails que podem até ser respondidos, mas que demoram e não aproximam o munícipe da administração da cidade. O Diário acessou os endereços eletrônicos das sete prefeituras da região, que embora declarem preocupação no método de interface com a população (juntas, elas administram a vida de 2,5 milhões de pessoas, segundo dados do IBGE), parecem dificultar o acesso a informações.

Em Mauá, a Prefeitura, que reestruturou o site há pouco tempo, argumenta que a ferramenta de diálogo - que não existe - está em fase de construção. Pelo endereço eletrônico, o morador não consegue nem mesmo ver o nome do prefeito ou ter informações atualizadas sobre as ações do governo. Em nota oficial, a Prefeitura ressaltou que o site "está em construção e será aperfeiçoado" e estuda a instalação, neste ano, de um sistema informatizado para prestação de serviços à população online, sem dar detalhes.

Os moradores de Rio Grande da Serra que quiserem conversar com o prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB) ou com algum dos secretários não podem contar com a internet. O site da administração municipal não divulga e-mails para contato. Também não há informações sobre as pastas e seus comandantes. Os telefones são o central do Paço, e os das secretarias. A Prefeitura não respondeu aos pedidos de entrevista.

Em São Bernardo, a Prefeitura afirmou, por nota, que "mantém diálogo permanente com a população", uma vez que "participação e inclusão são marcas e métodos deste governo". Mas o internauta que quiser entrar em contato com o prefeito Luiz Marinho (PT), o vice Frank Aguiar (PTB) ou qualquer um dos secretários não vai encontrar um endereço de e-mail no site. Ao clicar no link "Fale com a Prefeitura", uma surpresa: aparecem apenas números de telefones, sem imagem dos representantes, para, quem sabe, poder reconhecê-los na rua.

Análise - "As secretarias de comunicação das Prefeituras estão preocupadas só em fazer assessoria de imprensa e grandes campanhas, como de saúde ou educação. Elas deixam de lado a comunicação direta com a população. Faz muita falta para o morador não sentir esta proximidade com o governo, não conseguir se informar sobre a cidade, sobre os serviços oferecidos", afirma o cientista político Sávio Ximenes Hackradt.

Em Santo André, o site da Prefeitura está atualizado e a população pode entrar em contato por e-mail. O endereço eletrônico aparece sempre que o usuário acessa algum link das secretarias. Segundo o secretário de Comunicação, Alexssander Soares, todas as mensagens são respondidas. O prazo é de, mais ou menos, cinco dias úteis.

Hoje, em São Caetano, todas as mensagens enviadas pelos cidadãos através do site da Prefeitura passam pela mesa do chefe do Executivo, José Auricchio Júnior (PTB). "O prefeito faz questão de analisar os e-mails e decidir quem deve respondê-los. Recebemos cerca de 20 por dia, que são respondidos em até 96 horas", afirmou a Prefeitura.

Ribeirão Pires possui um canal de ouvidoria responsável por responder críticas e perguntas da população. As mensagens são enviadas pelo próprio site, mas o funcionamento está comprometido. O Diário tentou usar o serviço, mas a mensagem não foi enviada. Nos links das secretarias é possível encontrar o e-mail de todos os secretários.

Secretarias estudam projetos de interação
Para se aproximarem de fato da população, as prefeituras de Santo André, São Caetano e Ribeirão Pires prometem ampliar, ainda neste ano, as ferramentas de comunicação pela internet. A prefeitura de Diadema diz que estudos sobre a reestruturação do Portal de Diadema (site da administração) estão em andamento, mas não há prazo de implantação.

Apesar de ainda estar só no papel, o projeto de Diadema é o mais ambicioso da região. Segundo a Prefeitura, no projeto estão previstos diversos canais de interação da administração com o munícipe pela internet, como enquetes, formulários de e-mail, serviços on-line, postagem de fotos e vídeos e comentários em matérias. Além disso, a administração Mário Reali (PT) afirma ter a intenção de disponibilizar no site acompanhamento das obras realizadas.

A Prefeitura afirma que está analisando a viabilidade de criar o Orçamento Participativo Digital, com a possibilidade de votar as prioridades de acordo com as regras estabelecidas. Enquanto isso não acontece, a comunicação com a população é feita por e-mail. Segundo a assessoria de imprensa, todos são encaminhados ao responsável de cada área.

Em Santo André, o projeto de comunicação deverá ser colocado em prática a partir do meio do ano, após a contratação de uma agência de publicidade e propaganda, "Ainda não temos verba para democratizar a comunicação, mas temos planos de criar a TV Santo André ou ainda um canal de rádio para facilitar o contato com a população", afirmou o secretário de Comunicação, Alexssander Soares.

Outra meta é manter um gabinete itinerante. "A ideia é que o próprio prefeito (Aidan Ravin) vá até os bairros e atenda a população. Isso cria aproximação." A frequência e a duração das visitas ainda não foram definidas.

Em um prazo menor, a Prefeitura de Ribeirão Pires pretende integrar a cidade com a administração. "Temos o projeto cidade digital, que leva internet sem fio de graça para o centro da cidade. Além disso, criaremos até o meio do ano o e-mail cidadão. Assim todos poderão ter acesso aos serviços de internet", explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Menato. Segundo ele, com esse serviço, será mais fácil os munícipes acompanharem de perto o trabalho da Prefeitura.

Por Cristiane Bomfim e Paula Cabrera - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Política
25/09/2018 | Bolsonaro inicia dieta branda e faz caminhada fora do quarto, diz boletim
21/09/2018 | Bolsonaro diz nunca ter cogitado volta da CPMF e fixa postagem no seu Twitter
20/09/2018 | Ibope: Em São Paulo, Bolsonaro se isola com 30% das intenções de voto
As mais lidas de Política
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 7054 dias no ar.