NOTÍCIA ANTERIOR
Tributo a Michael Jackson em Santo André dia 19 de maio
PRÓXIMA NOTÍCIA
Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morre aos 52 anos
DATA DA PUBLICAÇÃO 18/05/2017 | Cultura
Poderia ser vida real
Poderia ser vida real Foto de divulgação
Foto de divulgação
Alguns filmes nascem com intuito de escancarar aquilo que às vezes, na vida real, caiu na normalidade. Claro que a maioria das tramas serve apenas para entretenimento e diversão. Mas, vez ou outra, bons roteiros usam o cinema como ferramenta para abrir os olhos dos espectadores para algo que está aí e precisa ser falado.

Corra!, que chega hoje aos cinemas brasileiros, é desses que usam o suspense e a ficção científica para tratar de racismo. Na região o filme estreia em diversas salas e horários.

Na trama, Chris, um jovem afro-americano vai passar o fim de semana na casa dos pais da nova namorada rica e branca, com quem está há poucos meses. De início Chris vê o comportamento exageradamente hospitaleiro da família como uma tentativa desajeitada de lidar com o relacionamento inter-racial da filha, mas no decorrer dos dias, uma série de descobertas perturbadoras o levam a uma verdade que ele jamais poderia imaginar.

A princípio o longa-metragem, que marca a estreia de Jordan Peele como diretor, parece um suspense comum. No entanto, com o desenrolar da trama, Corra! vai provocando um certo estranhamento, porque, guardadas as devidas proporções, poderia ser uma história real. Contada sob a perspectiva do protagonista, vivido por Daniel Kaluuya, o suspense é especulativo e envolvente. Algumas tiradas cômicas são usadas de forma bem inteligente, o que alivia a tensão que toma conta da sala conforme o desfecho vai se desenhando. Outro ponto positivo é a maneira original como o longa fala de preconceito.

Com orçamento modesto, de US$ 4,5 milhões, Corra! já faturou cerca de US$ 215 milhões em bilheteria e vem se confirmando como o queridinho da temporada.

Além de Kaluuya, fazem parte do elenco Caleb Landry Jones, Stephen Root, Milton Lil Rel Howery, Betty Gabriel, Marcus Henderson e Lakeith Stanfield.

Por Vanessa Soares Oliveira - Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Cultura
25/09/2018 | Encontro com o passado
21/09/2018 | ''Sou muito feminino, isso é uma grande qualidade'', diz Chay Suede a Pedro Bial
20/09/2018 | Avril Lavigne lança Head Above Water, música sobre a doença a qual sofre
As mais lidas de Cultura
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6229 dias no ar.