NOTÍCIA ANTERIOR
Manifestantes chegam ao Paço de São Bernardo
PRÓXIMA NOTÍCIA
Manifestantes bloqueiam Anchieta pela quarta vez em dois dias
DATA DA PUBLICAÇÃO 21/06/2013 | Setecidades
Passagem de ônibus nas cidades do ABCD é reduzida para R$ 3
Passagem de ônibus nas cidades do ABCD é reduzida para R$ 3 Prefeitos se reuniram no Paço de São Bernardo para anunciar redução. Foto: Divulgação
Prefeitos se reuniram no Paço de São Bernardo para anunciar redução. Foto: Divulgação
Prefeitos concluíram reunião em São Bernardo; em Rio Grande da Serra, passagem passará de R$ 3 para R$ 2,90

As passagens de ônibus nas cidades do ABCD terão o preço reduzido de R$ 3,20 para R$ 3 a partir do dia 1º de julho. Em Rio Grande da Serra, a tarifa foi reduzida de R$ 3,00 para R$ 2,90. A decisão foi tomada coletivamente pelos sete prefeitos da Região, em reunião na Prefeitura de São Bernardo, na tarde desta quinta-feira (20/06).

A redução na tarifa foi definida após intensos protestos em São Bernardo, São Caetano em Santo André, que levaram milhares de pessoas às ruas contra o aumento da tarifa nesta quarta-feira (19/06).

Os prefeitos da Região, entretanto, afirmaram que a redução da tarifa irá impactar nos investimentos das cidades. O prefeito de São Bernardo e presidente do Consórcio Intermunicipal. Luiz Marinho, ressaltou que não teria como não acompanhar a redução de tarifa na Capital (que reduziu também de R$ 3,20 para R$ 3), mas destacou que os orçamentos serão “sacrificados”.

"As cidades estão sendo sacrificadas. Será necessário tirar de investimento em outras áreas. Cada cidade agora irá fazer esse levantamento. Mas não tinha como deixar de acompanhar a mudança da passagem em São Paulo", declarou Marinho. O petista ressaltou ainda que a decisão do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e do governador Geraldo Alckmin prejudicou as finanças dos municípios.

“Ficamos reféns de São Paulo. Se não tivesse redução nos ônibus de São Paulo, trem e metro não teria novamente aqui. Nós já havíamos reduzidos a tarifa no início deste mês. O ABCD foi a primeira região que aplicou a isenção do PIS/Cofins, imposto federal”, ressaltou.

Os impactos da mudança serão de R$ 13,8 milhões em São Bernardo (ao ano), R$ 10,6 milhões em Santo André (ao ano) e R$ 100 mil em Rio Grande da Serra (ao ano). Ribeirão, Diadema e São Caetano ainda avaliam quanto a mudança vai interferir no orçamento das cidades. Mauá não registrou impacto, porque não existe pagamento de subsidio aos empresários.

ABCD já havia aplicado isenção de imposto nas passagens - No último dia 15, a tarifa de ônibus no ABCD foi reduzida de R$ 3,30 para R$ 3,20. Com exceção de Diadema, onde a tarifa já era R$ 3,20 e Rio Grande da Serra onde a passagem de ônibus era R$ 3.

Não tem como passar redução de tarifa às concessionárias - O prefeito de São Bernardo e presidente do Consórcio, Luiz Marinho (PT)- que falou por todos os prefeitos da Região- questionado se poderia repassar às concessionárias que gerenciam as linhas municipais a redução da tarifa foi enfático:

“Se repassar para as concessionárias elas resolvem rapidinho, mas com demissões e piora na qualidade do serviço. Vão diminuir as linhas de ônibus, vão colocar veículos velhos. E não é isso que queremos. Vale lembrar que todos os profissionais de transporte público na Região têm as melhores condições de trabalho, incluindo salário”, enfatizou.

O Consórcio Intermunicipal informou que fará uma discussão com o governo do Estado para aumentar o repasse de recursos para o transporte público na Região.

Por Karen Marchetti - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6188 dias no ar.