NOTÍCIA ANTERIOR
Dia dos namorados para todos os paladares
PRÓXIMA NOTÍCIA
Batalha entre novas musas no cinema
DATA DA PUBLICAÇÃO 12/06/2008 | Cultura
Para ver com o namorado
O Titanic do par Jack (Leonardo DiCaprio) e Rose (Kate Winslet) conseguiu naufragar o clássico E o Vento Levou dos turrões Scarlett (Vivien Leigh) e Rett (Clark Gable) não apenas na quantidade de Oscar ganhos (o primeiro filme levou 11 em 1998, dois a mais que o filme de Victor Fleming arrebatou em 1940).

Levantamenda rede de videolocadoras 100%, com loja em Santo André, feito com 7.000 pessoas, mostrou que a história de amor fictícia ambientada em uma das maiores tragédias reais do século passado é o filme mais romântico de todos os tempos, à frente do clássico de 1939.

A lista foi elaborada a partir do cadastro de clientes e usuários do site da locadora. "Todos elegem os filmes preferidos em diversos gêneros. Titanic foi escolhido por mais que o dobro de pessoas que preferem E O Vento Levou", diz o crítico de cinema e consultor da rede, Reginaldo Zaglia.

Para os tradicionalistas, pode até soar absurdo o arrasa-quarteirões ter tomado o lugar do melodrama ambientado na Guerra de Secessão. Mas trata-se apenas do reflexo do gosto dos mais novos. "Cerca de 80% dos usuários têm até 30 anos. É por isso também que na lista estão três filmes que nem fizeram tanto sucesso nos cinemas, mas que contam histórias de amor sobre jovens e continuam sendo bem alugados nos fins de semana", afirma o crítico.

Zaglia se refere a Um Amor para Recordar (3º lugar), Antes que Termine o Dia (5º lugar) e O Diário de uma Paixão (8º lugar), todos protagonizados por jovens e belos intérpretes. No último título, inclusive, a química entre os canadenses Ryan Gosling e Rachel McAdams foi tamanha que saltou das telas para a vida real. Eles namoraram por três anos.

Outras pesquisas feitas na 100% também revelam o comportamento dos casais viciados em filmes em diversas fases do relacionamento. "No começo, é costume do casal ir até o cinema, assistir a filmes românticos. Depois, com o passar do tempo, eles alugam dramas e romances para as mulheres e os homens podem até dormir durante o filme", conta o consultor. Segundo ele, 62% dos cadastrados no site são homens.

E O Vento Levou e Casablanca, que veio em 6º lugar, são os únicos clássicos da relação. "Os dois e Titanic têm ótimo desempenho para vendas, mas já não saem tanto quanto os outros ", revela Zaglia. A lista (confira abaixo) também revela uma queda pelos filmes que arrancam lágrimas: não há nenhuma comédia romântica.

Mais românticos
- Titanic (Idem, EUA, 1997), de James Cameron
- E o Vento Levou (Gone with the Wind, EUA, 1939), de Victor Fleming
- Um Amor para Recordar (A Walk to Remember, EUA, 2002), de Adam Shankman
- Uma Linda Mulher (Pretty Woman, EUA, 1990), de Garry Marshall
- Antes que Termine o Dia (If Only, EUA, 2004), de Gil Junger
- Casablanca (Idem, 1942), de Michael Curtiz
- Cidade dos Anjos (City of Angels, EUA/ALE, 1998), de Brad Silberling
- O Diário de uma Paixão (The Notebook, EUA, 2004), de Nick Cassavetes
- Ghost- Do Outro Lado da Vida (Ghost, EUA, 1990), de Jerry Zucker
- Moulin Rouge - Amor em Vermelho (Moulin Rouge!, AUT/EUA, 2001), de Baz Luhrmann

Por Ângela Corrêa - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Cultura
18/07/2018 | História de Suzane Von Richthofen será retratada no filme ''A menina que matou os pais''
18/07/2018 | Arraiá agita o Golden Square Shopping com muito forró
13/07/2018 | São Caetano divulga entidades participantes da 26ª Festa Italiana
As mais lidas de Cultura
12/07/2018 | Festa para compartilhar
12/07/2018 | Festival do Chocolate é opção de passeio a toda família aos domingos
13/07/2018 | São Caetano divulga entidades participantes da 26ª Festa Italiana
As mais lidas no Geral
12/07/2018 | Admir Jacomussi solicita esclarecimentos jurídicos ao Executivo
12/07/2018 | Corpo achado em trilha há dois meses é identificado
11/07/2018 | Sem reforma, segurado põe pé no freio da aposentadoria
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2018 - Desde 2003 à 5609 dias no ar.