NOTÍCIA ANTERIOR
Palmeiras e Santos prometem uma final tensa pelo título da Copa do Brasil
PRÓXIMA NOTÍCIA
Etapa andreense define campeões do Circuito de Corrida de Rua
DATA DA PUBLICAÇÃO 03/12/2015 | Esportes
Palmeiras derruba o Santos e fatura o tri da Copa do Brasil
Palmeiras derruba o Santos e fatura o tri da Copa do Brasil Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
O Alviverde imponente fez jus ao hino, apoiado pela torcida que canta e vibra, calou quem já pintava o Santos como campeão e conquistou o tricampeonato da Copa do Brasil, ontem à noite, no Allianz Parque. Tudo se encaminhava da melhor forma, o time dominou a partida, abriu 2 a 0, mas sofreu gol a quatro minutos do fim e teve de concretizar a conquista nos pênaltis. E brilhou a estrela de Fernando Prass, que não se contentou apenas em defender a cobrança de Gustavo Henrique, mas bateu a quinta penalidade e colocou o clube como maior campeão nacional, agora com 11 troféus, abrindo dois justamente para o Peixe.

E o título dá ao Palmeiras a vaga na Copa Libertadores de 2016, um dos principais objetivos do clube, que não disputa o torneio desde 2013. Já para o Santos, que abriu mão do Brasileirão para apostar tudo na Copa do Brasil, fica a lição.

E o triunfo alviverde foi incontestável. O Verdão começou com tudo e aos 15 segundos recuperou a bola, Barrios lançou Gabriel Jesus que, cara a cara com Vanderlei, parou na defesa do arqueiro santista com a perna. Foi o cartão de visitas alviverde. Na arquibancada, 40 mil vozes empurravam o time à frente. Mas por um instante todas se calaram quando, aos oito, Marquinhos Gabriel fez grande jogada, Prass defendeu e, no rebote, Victor Ferraz acertou a trave.

Passado o susto, o time da casa reassumiu o controle, mas Vanderlei se agigantou para, aos 19, impedir gol praticamente certo de Lucas Barrios. O paraguaio cabeceou para o chão, a bola quicou e entraria no ângulo, quando o goleiro se recuperou e pôs a escanteio.

Na segunda etapa, os times iniciaram preocupados com a marcação. Mas novamente o Verdão tomou a iniciativa e foi para cima. Aos 12, Barrios fez o pivô e serviu Robinho, que rolou para Dudu empurrar às redes e fazer o Allianz Parque explodir.

O placar levava a partida aos pênaltis e o Verdão não queria saber de loteria. Assim, seguiu pressionando e, aos 39, Robinho cobrou a falta para a área, Vitor Hugo desviou no segundo pau e Dudu apareceu nas costas da zaga para ampliar: 2 a 0.

O estádio todo celebrava, parecia que o jogo acabara ali. No entanto, o Santos tinha Ricardo Oliveira. E o camisa 9 apareceu livre na pequena área para completar cobrança de escanteio e, definitivamente, levar o duelo às penalidades.

Marquinhos Gabriel e Gustavo Henrique erraram as duas primeiras cobranças e deixaram o Peixe pressionado. Vanderlei tentou recolocar o Santos no jogo ao defender a batida de Rafael Marques. Mas quando Prass balançou as redes no quinto chute, o grito enfim saiu da garganta: campeão!

Por Dérek Bittencourt - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Esportes
21/09/2018 | Tite convoca Pablo, Walace e Malcom para duelos contra Arábia Saudita e Argentina
20/09/2018 | Real Madrid atropela a Roma por 3 a 0 e inicia bem a luta pelo tetracampeonato
18/09/2018 | Jogador de vôlei que jogou em Santo André é encontrado morto na Espanha
As mais lidas de Esportes
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6236 dias no ar.