NOTÍCIA ANTERIOR
Consórcio quer contratar 55 obras viárias neste mês
PRÓXIMA NOTÍCIA
Água destinada para o ABCD começa a abastecer SP
DATA DA PUBLICAÇÃO 04/06/2014 | Setecidades
PAC Mobilidade libera R$ 385 milhões ao ABCD
PAC Mobilidade libera R$ 385 milhões ao ABCD São Bernardo do Campo. Foto: ABCD Maior
São Bernardo do Campo. Foto: ABCD Maior
Recurso previsto para chegar neste mês possibilitará realização de 56 obras

Até o final deste mês, o ABCD vai receber R$ 385 milhões do governo federal para a execução de 34 obras de mobilidade urbana e contratação de outros 22 projetos executivos que irão se transformar em obras na segunda fase do PAC Mobilidade. Essa é expectativa do Consórcio Intermunicipal, entidade que reúne as sete prefeituras do ABCD.

As obras contemplam principalmente a criação de corredores exclusivos ou prioritário para ônibus, além da duplicação e prolongamento de vias. A indicação das obras selecionadas saiu no Diário Oficial da União de 9 de maio. A ideia é aproveitar a possível agenda da presidente Dilma Rousseff na Região, nos dias 27 ou 28 de junho, para assinar os contratos das obras com a Caixa Econômica Federal para a primeira fase do projeto.

“Os recursos já foram liberados e estão à disposição da Caixa, o que está pendente é o empenho do Ministério de Cidades, ou seja, a assinatura do ministro (Gilberto Occhi), o que deve ocorrer nos próximos dias. Depois disso, os contratos podem ser assinados”, explicou o secretário executivo do Consórcio, Luís Paulo Bresciani, após reunião nesta segunda-feira (02/06).

Após as assinaturas, as prefeituras estarão liberadas para as concorrências. “Dá para fazer os editais de concorrência ainda neste ano”, garantiu o prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT). Mas Grana preferiu não arriscar um prazo de quando as obras serão iniciadas, apenas garantiu que o período eleitoral não irá atrapalhar o processo. “Os convênios estão sendo consolidados antes, por isso a eleição não irá interferir”, explicou. As obras também ficarão a cargo das prefeituras.

Para garantir que tudo fique pronto a tempo, a Caixa Econômica Federal deixará uma equipe à disposição do ABCD durante todo este mês de junho. “A intenção é dar celeridade a toda a documentação e preparação das minutas dos contratos”, revelou Bresciani. “Vamos realizar outra reunião entre as equipes técnicas e a Caixa no dia 5 (quinta).

Transporte coletivo - O pacote de intervenções do PAC Mobilidade contempla quatro eixos prioritários: o corredor Guido Aliberti/ Lauro Gomes/ Taioca (S.Caetano, Sto. André e S. Bernardo); o corredor Alvarenga/ Robert Kennedy/ Couros (S.Bernardo e Diadema); o corredor Leste-Oeste, também beneficiando São Bernardo e Diadema; e o corredor Sudeste, com benefício direto para Santo André, São Caetano, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande. Também está prevista verba para um CCO (Centro de Controle Operacional).

De uma maneira mais detalhada, as obras da primeira fase irão abranger, entre outras, o prolongamento da avenida Nossa Senhora dos Navegantes para acesso à avenida Pirâmide e implantação do corredor de ônibus na rua Rio de Janeiro e avenida Casa Grande, no Bairro Casa Grande, em Diadema. A construção dos terminais Jardim Zaíra, Itapark e Guapituba, além da reforma dos terminais Central e Itapeva, em Mauá. E a implantação do corredor de ônibus na avenida Dom Pedro 1º, ruas Prefeito Carlos José Carlson, Pastor Aquilino Sartori e José Maria Figueiredo, em Rio Grande da Serra.

Alargamento - Em Santo André, está previsto o alargamento viário entre a rua Afonsina e avenida Atlântica, além da construção da pista da avenida Lauro Gomes, no trecho de Santo André que segue da avenida Atlântica até a rua Urupema.

São Bernardo terá o maior número de intervenções. Entre elas estão a duplicação da estrada dos Alvarenga e melhoria na avenida Luis Pequini, entre a praça dos Bombeiros e a rua dos Vianas, implantação de corredor de ônibus na estrada Galvão Bueno e avenidas Maria Servidei Demarchi, João Firmino, entre outros.

Para São Caetano os recursos desta primeira fase servirão apenas para realização de projetos executivos, como a duplicação da ponte no cruzamento da Guido Aliberti com a estrada das Lágrimas e do corredor de ônibus na Goiás. Já Ribeirão Pires será contemplado com uma obra: o corredor de ônibus nas avenidas Humberto de Campos e Santo André.

Por Claudia Mayara - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6234 dias no ar.