NOTÍCIA ANTERIOR
Câmara de Mauá muda trâmite de requerimento para caso almôndega
PRÓXIMA NOTÍCIA
Os bens imateriais tombados em Mauá
DATA DA PUBLICAÇÃO 14/09/2016 | Cidade
Os bens materiais tombados de Mauá
Os bens materiais tombados de Mauá Praça 22 de Novembro. Imagem: www.pajuamigo.com
Praça 22 de Novembro. Imagem: www.pajuamigo.com
O tombamento é um registro de algo com valor para a comunidade para que assim possa ser protegido por uma legislação específica. O objetivo do tombamento é preservar bens de valores históricos, culturais, arquitetônicos e ambientais, impedindo que possam ser destruídos ou descaracterizados. Entre os bens que podem ser tombados estão: fotografias, livros, acervos, edifícios, ruas, praças, florestas, cascatas, entre outros. O tombamento só é permitido em caso de preservação de bens com memória e importância coletiva, não pode ser aplicada a interesses individuais. Em Mauá, alguns bens são tombados, tanto bens materiais, como imateriais. Neste post trataremos do primeiro caso. Você conhece quais são eles?

Acesse o artigo original em www.pajuamigo.com

1 – Casa Bandeirista

Atual sede do Museu Barão de Mauá, o casarão foi construído no século XVIII. É considerado um importante exemplar de Casa Bandeirista. De origem renascentista, a técnica de construção é denominada taipa de pilão que consiste em colocar terra argilosa entre pranchões de madeira, gerando paredes de até 60 centímetros de espessura.

2 – Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

Construída em homenagem à padroeira da cidade, a igreja possui referências tanto do processo migratório quanto dos antigos cortadores de pedra, os canteiros. Assim, um lado da construção homenageia os imigrantes, com pedras mineiras e baianas e o outro representa os artísticos canteiros, que fizeram todo o interior da Matriz.

3 – Imagem de Nossa Senhora da Conceição

Segundo registros históricos, Maria Queiroz Pedroso, filha de um rico proprietário da região, ao visitar o Casarão citado no primeiro item, ficou encantada com a imagem da santa que estava no oratório. O então dono da casa, Jose Grande, ao perceber tamanha devoção deu para Maria Queiroz a santa, que por sua vez, destinou uma área de suas terras para a construção da atual Matriz, citada no segundo item. A imagem de Nossa Senhora da Conceição foi feita na Europa e é entalhada em madeira do século XIX.

4 – Chaminé do Curtume

Construída para dar vazão à intensa fumaça produzida pelo Curtume (processamento de couro) – que ampliou sua produção a partir de 1938, a chaminé é tombada como patrimônio material de Mauá. Após a falência do Curtume, a área foi também, até 1970, a sede do Poder Executivo da cidade.

5 – Paineira

Da família das bombacáceas, a Paineira foi plantada próxima onde funcionava a primeira escola pública da cidade, o Grupo Escolar de Mauá, construída em 13 de agosto de 1935 e demolida em 1978.

6 – Praça 22 de Novembro

Em homenagem ao plebiscito de 22 de novembro de 1953, quando Mauá conquistou sua emancipação político-administrativa, a praça que já teve outros nomes, é tombada como bem matéria de Mauá.

7 – Marco de pedra

Localizada na Avenida Capitão João, em frente à Praça Conde Francisco Matarazzo, a pedra com aparência de lápide com a inscrição 1925 é considerada um importante marco histórico da cidade. De acordo com documentos da Câmara Municipal de São Bernardo, a pedra indica a intenção de prolongamento da estrada que liga o atual centro de Santo André (então São Bernardo) a Pilar, até Ribeirão Pires, representando uma marca urbanística para o município de Mauá.

8 – Teatro Municipal

Projetado pelo arquiteto Rafael Perrone, o Teatro Municipal de Mauá tem a função de se integrar à praça cívica da cidade, já que está próxima a Câmara, a Prefeitura e ao Fórum. Feita com vidro e estrutura com aço e pintura clara, o edifício além de abrigar 480 lugares para espectadores e 250 metros de palco e coxias, proporciona uma visão de todo o entorno para quem o visita.

9 – Cruzeiro Sagrado Coração de Jesus

Simbolizando a religiosidade e a cultura dos cortadores de pedra, o Cruzeiro Sagrado Coração de Jesus, localizado na atual Vila Independência Itapark, foi inaugurado em 3 de maio de 1959.


ACESSE: www.pajuamigo.com

Por Fabiane Mariano - www.pajuamigo.com
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6230 dias no ar.