NOTÍCIA ANTERIOR
Governo entrega novo estatuto da GCM à Câmara de Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Donisete Braga e secretários visitam obras de reforma de UBS
DATA DA PUBLICAÇÃO 14/08/2014 | Cidade
Onda de assaltos assusta moradores da Vila Magini
 Onda de assaltos assusta moradores da Vila Magini Foto: Claudinei Plaza/DGABC
Foto: Claudinei Plaza/DGABC
Os moradores da Vila Magini, em Mauá, estão preocupados com onda de assaltos no bairro. De acordo com os vizinhos, nas ruas Mário Magini, Manoel da Silva Lisboa e Louis Pasteur há diversas ocorrências de roubo, em geral a mulheres.

A moradora Maria Cleuza Alves Santos, 47, vive no bairro há cinco anos e garante que os horários mais perigosos são no início da manhã e à noite. “Minha sobrinha foi assaltada na Rua da Pátria há duas semanas. Ela voltava do trabalho por volta das 20h, e não é o primeiro caso que acontece por aqui. Esse tipo de coisa, infelizmente, se tornou comum.”

Segundo Maria, os crimes são cometidos de forma semelhante. “São sempre dois homens armados que abordam as vítimas. No caso da minha sobrinha, eles estavam a pé, mas teve gente que já foi assaltada por duas pessoas em uma moto”, declarou.

Foi o que aconteceu com outra moradora, que não quis se identificar. Ela foi vítima de roubo à mão armada na Rua Louis Pasteur. “Os dois homens estavam em uma motocicleta sem placa e me abordaram por volta das 7h, quando estava saindo para trabalhar. Eles ficam na espreita e, quando veem alguém sair sozinho, encostam a moto e a arma na pessoa.”

Uma comerciante da Rua Maria Magini, que também pediu sigilo, disse que a maioria das ações acontece na Rua da Pátria. “São muitos assaltos no horário em que as pessoas vão trabalhar, por volta das 6h, e no horário da volta, lá pelas 19h. A maioria acontece na rua principal mesmo”, disse.

Outro comerciante, que também não se identificou, disse que não há problemas de roubo a lojas, mas a pedestres a situação é diferente. “Em relação ao comércio é bem tranquilo, tive poucos problemas. Mas vejo muito o pessoal reclamando de assalto à mão armada por aqui, é algo constante.”

O investigador do 1º DP (Centro) de Mauá Sérgio Alves confirmou aumento do número de roubo a transeuntes na região. “Porém, não temos nenhum número oficial que mostre que esse tipo de ocorrência se sobressaia drasticamente. O problema é generalizado, aumentou em todos os lugares.”

Alves também explicou que a localização do bairro acaba influenciando a prática dos crimes. “A Vila Magini fica próxima à estação de trem, ou seja, há grande número de pessoas indo e vindo, o que facilita a ação dos criminosos.”

Quem tiver informações sobre os suspeitos pode contatar a polícia por meio do Disque Denúncia 181.

Por Yara Ferraz - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6799 dias no ar.