NOTÍCIA ANTERIOR
Escola Preparatória de Mauá completa três anos
PRÓXIMA NOTÍCIA
Comunidade se reúne para debater projeto de urbanização
DATA DA PUBLICAÇÃO 20/07/2016 | Cidade
Obras do Parque da Juventude estão abandonadas em Mauá
Obras do Parque da Juventude estão abandonadas em Mauá Foto: Claudinei Plaza/DGABC
Foto: Claudinei Plaza/DGABC
Iniciadas em março de 2015 e previstas para serem concluídas até o fim do primeiro semestre, as obras de revitalização do Parque da Juventude, em Mauá, estão abandonadas. Em visita ao local na manhã de ontem, a equipe do Diário constatou que a condição precária da área de lazer de 24.742 m² é alvo de inúmeras reclamações.

A promessa é de que o local tenha pista de skate adulto e infantil, palco para apresentações, academia ao ar livre, wi-fi gratuito, quadra poliesportiva, playground e pista de bicicross e caminhada. No entanto, as únicas estruturas prontas são a guarita na entrada e espaço onde funcionará base da GCM (Guarda Civil Municipal) 24 horas.

O cenário de abandono é caracterizado por lixo e entulho, resultante de diversos tipos de materiais de construção espalhados pelo parque. O que deveria ser quadra de esportes não passa de estrutura de concreto sem tela de proteção, traves ou qualquer outro acabamento. As pistas de skate também estão problemáticas, com rachaduras, buracos e poças de água. Nenhum funcionário trabalhava nas intervenções e não foram avistados guardas-civis no local.

Para a auxiliar de apoio Vania Santana, 49 anos, a principal preocupação é com a insegurança. “Passo aqui quatro vezes por dia só porque não tenho outra opção. Já vi muitas pessoas serem assaltadas”, comenta.

A subchefe de cozinha Patrícia Guerra, 36, ressalta a iluminação precária da área. “Passo aqui às 5h para ir para o trabalho, mas é perigoso.”

O operador de empilhadeira Djalma José da Silva, 56, destaca a falta de alternativas de lazer na cidade. Com isso, segundo ele, embora em condições precárias, o parque é utilizado pela comunidade. Skatistas aproveitam as pistas existentes e crianças correm pela área verde, embora haja riscos de acidentes. “A gente não tem opção”, lamenta.

A verba usada para a revitalização – R$ 1,86 milhão – é proveniente de recursos de R$ 7,7 milhões da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) como contrapartida à construção do Trecho Sul do Rodoanel. Conforme a estatal, até o momento, os repasses totalizaram R$ 1.147.186,27, valor devido até a quinta medição. No total, serão oito medições. “Os demais repasses serão liberados a partir do momento em que a Prefeitura apresentar a devida prestação de contas”, informou, em nota.

Já o Executivo alega que 90% das obras estão concluídas, embora só tenha recebido valor próximo a R$ 650 mil. “A Prefeitura aguarda a liberação dos repasses para a retomada das intervenções”, destacou, também por meio de nota. A administração ressaltou ainda que a iluminação faz parte do projeto de revitalização e será reforçada tão logo as obras sejam concluídas.

A previsão inicial era finalizar as intervenções em janeiro, porém, a Prefeitura alegou que o atraso no repasse de verbas por parte do governo do Estado interferiu no cronograma.

Por Natália Fernandjes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6195 dias no ar.