NOTÍCIA ANTERIOR
Secretário de Assuntos Jurídicos ficará na Pasta de Saúde de Mauá interinamente
PRÓXIMA NOTÍCIA
Poupatempo Animal chega à marca de 2.000 atendimentos desde agosto
DATA DA PUBLICAÇÃO 10/1/2018 | Cidade
Obra parada revolta moradores em Mauá
Obra parada revolta moradores em Mauá  Entrega de reforma do Centro Esportivo Dorival Rezende da Silva estava prevista para setembro. Foto: Celso Luiz/DGABC
Entrega de reforma do Centro Esportivo Dorival Rezende da Silva estava prevista para setembro. Foto: Celso Luiz/DGABC
O que era para ser espaço de lazer se tornou problema para os moradores da Vila Lídia, em Mauá. Passados quatro meses da data prevista para entrega da obra do Centro Esportivo Dorival Rezende da Silva – anunciada pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB) no primeiro semestre de 2017 –, o cenário precário do espaço revolta a comunidade, que tem tirado dinheiro do próprio bolso para realizar melhorias.

A ordem de serviço, avaliada em R$ 186,3 mil, teve início em maio do ano passado, porém, segundo moradores ouvidos pela equipe do Diário, dois meses depois a construção foi paralisada. Com isso, a entrega ficou “a ver navios”, como relatou Candido Bispo, 33 anos, que se diz revoltado com o abandono das construções. “Além de não terem feito nada – exceto princípio de construção de uma quadra fechada –, largaram aqui esse entulho de pedras e areia, o que acaba sendo até perigoso para as crianças”, reclama.

Usuário das quadras, Rafael Lima da Silva, 25, conta que, quando a Prefeitura iniciou a obra, os moradores pediram para que não tirasse o playground, o que não foi acatado. “Tiraram o parquinho, abandonaram tudo e não nos deram nenhuma satisfação. Agora, além de estar um perigo, cheio de vigas expostas e restos de construção, as crianças não têm mais onde brincar.”

Outra reclamação de Silva é a praça ao lado do espaço, que não está em condições de uso. “A pracinha também está abandonada. Nem lá podemos ter lazer.”

Para que pudessem dar continuidade às atividades esportivas, usuários se uniram e juntaram dinheiro para realizar algumas melhorias no local. “O ginásio, se é que podemos chamar assim, estava sem luz há nove meses, então todo dia tinha roubo. Nos juntamos e trocamos as lâmpadas dos postes. Além disso, a quadra de areia estava com o mato alto. Cortamos, compramos areia e a refizemos como deu”, contou Anderson Vitalli, 34.

Além das melhorias, Vitalli explicou que, em dias de chuva, a quadra alaga e os moradores utilizam ferramentas para escoar a água.

Questionada, a Prefeitura do município informou que a obra é fruto de um convênio com o governo federal e que, por conta de atraso no repasse por parte da União, teve de prorrogar o prazo para entrega, que será feita ainda no primeiro semestre deste ano. Além disso, a administração afirmou que a praça ao lado passará por revitalização nas próximas semanas.

Por Ana Beatriz Moço - Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
19/1/2018 | Câmara de Mauá busca acelerar edital do novo plano de saúde
18/1/2018 | Mauá Plaza realiza promoção com sorteios de viagem internacional
18/1/2018 | Discurso e prática na Câmara de Mauá
As mais lidas de Cidade
17/1/2018 | Mauá premiará quem pedir CPF na nota
15/1/2018 | Equívoco na cadeira de prefeito de Mauá
15/1/2018 | Vanessa diz que participará do pleito como cabo eleitoral
As mais lidas no Geral
17/1/2018 | Mauá premiará quem pedir CPF na nota
18/1/2018 | Calendário PIS-Pasep 2017-2018: começa pagamento para nascidos em janeiro e fevereiro
17/1/2018 | Grande ABC registra primeira morte suspeita por febre amarela
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2018 - Desde 2003 à 5431 dias no ar.