NOTÍCIA ANTERIOR
Governo poderá segurar importações de veículos antes de aumento do IPI
PRÓXIMA NOTÍCIA
China investe em tecnologia elétrica e ações da BYD sobem
DATA DA PUBLICAÇÃO 13/11/2011 | Veículos
Novo Fiat Palio enfrenta o VW Gol
Na escola, qual seria o melhor aluno: o que fecha o ano com a média geral mais alta ou aquele que tira nota máxima em uma matéria importante mas acaba escorregando em outras disciplinas?

Na classe dos carros compactos e baratos, se um vai bem em preço e economia, perde em conforto e conveniências. E o boletim ficará ainda mais irregular se você optar por um modelo 1.0.

Com melhor relação peso-potência, as versões 1.4 e 1.6 (entre 4% e 10% mais caras) chegam a ser até mais econômicas por não exigirem tanto do motor, principalmente quando transitam carregadas.

E pipocam novidades no segmento dos carros pequenos, que representa 55% do mercado. A mais recente é a segunda geração do Palio, nas lojas desde a semana passada -lançamento que pode ser considerado o mais importante do ano.

Não só pela evolução do produto (que cresceu, ganhou sofisticação e aperfeiçoamentos mecânicos) mas também pela influência que exerce -foi o único compacto a destronar por alguns meses o Gol do topo das vendas, lugar que ocupa há 24 anos.

E é o próprio modelo da Volks quem espera o novo Palio na saída da colégio para levá-lo a um embate na pista.

Para o confronto vieram versões 1.6 "flex", as mais potentes de cada um, cujos preços beiram os R$ 38 mil, já com o pacote básico de conforto : ar-condicionado, direção hidráulica e trio elétrico.

Apesar de disputarem de certa forma o mesmo público, Gol e Palio representam escolas opostas no universo dos hatches compactos.

O modelo Volkswagen segue à risca o pragmatismo da indústria alemã, que vê a engenharia como o único caminho para chegar à perfeição.

No Fiat, nota-se logo que a filosofia italiana é outra: a isca é encantar o consumidor através do poder de sedução presente nos detalhes.

Funcionou. O salto qualitativo desta segunda geração do Palio é notório em todos os aspectos. Nem de longe lembra o antecessor, de ergonomia ruim e comportamento dinâmico desengonçado.

Afinal, toda a arquitetura do modelo foi reformulada, incluindo a suspensão -a Fiat garante que 57% dos componentes são inéditos.

O motorista tem a primeira boa impressão logo ao sentar no banco envolvente. Ele abraça como em esportivos.

Um rápido golpe de vista é suficiente para notar que os comandos estão em melhor posição, e o painel, mais caprichado, camufla o excesso de plásticos duros.

Já o cúmulo da economia é a tampa do porta-luvas. A peça é fina e vibra quando o carro encara pisos ruins.

Mas vale dizer que você só a ouve devido ao melhor isolamento acústico. O barulho que vem de fora foi atenuado e deixou mais perceptíveis os ruídos internos.

Quem vai no banco de trás ganhou alguns centímetros extras para pernas e cabeça. Mas não pense que há o ótimo espaço interno de um Renault Sandero, por exemplo.

O novo Palio continua macio ao rodar, embora ainda role um pouco em curvas rápidas. E o motor 1.6 16V "flex" (117 cv) da Fiat é dos melhores. Com ele, o hatch remoçado é o mais rápido da turma na aceleração: chega aos 100 km/h em 11,1s, de acordo com o teste Folha-Mauá.

A questão é que todos os predicados do modelo são comuns aos do "irmão" Uno, mais barato e realmente revolucionário do ponto de vista estético. Tanto que a Fiat prevê emplacar 8.000 unidades do novo Palio por mês, a metade da média do Uno, atual vice-líder do ranking.

Na ponta, segue o Gol, por mérito próprio. É o aluno com a melhor média da classe. Seu segredo? A harmonia entre motor, câmbio e suspensão, com condução prazerosa. O problema é que a VW sabe disso e cobra caro por ele. Em relação ao Palio igualmente equipado, o Gol tem preço cerca de 7% maior.

Parece pouco, mas é o suficiente para quitar o seguro e o IPVA (imposto anual).

O VW só economiza no posto. Por a partir de R$ 33,6 mil, a versão 1.6 8V "flex" (104 cv) roda 10,8 km com um litro de gasolina na cidade -marca do Chevrolet Celta 1.0.

Mas, antes de comprar um Gol, saiba que ele muda em 2012: ganhará faróis iguais ao do novo Fox e alguns outros retoques visuais.

Por Felipe Nóbrega, de São Paulo - Folha Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6196 dias no ar.