NOTÍCIA ANTERIOR
Fiat faz recall do 500 por falha na embreagem
PRÓXIMA NOTÍCIA
Depois de 50 anos, Volvo perde posto de carro mais vendido na Suécia
DATA DA PUBLICAÇÃO 01/01/2017 | Veículos
Nova CNH também terá QR-Code com informações do motorista
Nova CNH também terá QR-Code com informações do motorista Carteira Nacional de Habilitação terá novo visual e itens de segurança a partir de janeiro de 2017 (Foto: Divulgação/Detran-SP)
Carteira Nacional de Habilitação terá novo visual e itens de segurança a partir de janeiro de 2017 (Foto: Divulgação/Detran-SP)
Código bidimensional agilizará o acesso a dados do motorista.

QR-Code aparecerá apenas nas CNHs emitidas a partir de maio.


A partir desta segunda-feira (2), as novas emissões da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) terão cores diferentes e itens de segurança para evitar falsificações. As mudanças foram definidas em uma resolução de maio, mas o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) resolveu adicionar "de última hora" um QR-Code ao documento, conforme publicado nesta sexta-feira (30) no Diário Oficial da União.

Como não há tempo para as gráficas se adaptarem, a novidade aparecerá apenas nos documentos emitidos a partir de maio, segundo informou o Ministério das Cidades.

O código bidimensional vai conectar diretamente a CNH ao Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach), sem a necessidade de digitar informações.

O Denatran disponibilizará o sistema eletrônico para leitura do QR-Code, que fornecerá os dados do motorista, incluindo a fotografia. O código será um quadrado de 5 centímetros impresso no verso inferior da CNH.

Quem tem carteira dentro da validade não precisará trocá-la pela nova antecipadamente. Os procedimentos para obter ou renovar a habilitação continuam os mesmos.

Nova CNH

Uma das principais alterações para as novas CNHs será a troca da tinta azul esverdeada da tarja que fica no topo do documento atual, acima da foto de identificação do cidadão, para a cor preta.

A impressão continua em alto relevo e a tarja passa a ter o mapa do estado responsável pela emissão da habilitação, do lado direito.

A nova CNH também terá dois números de identificação nacional – Registro Nacional e Número do Espelho da CNH – e um número de identificação estadual, que é o número do formulário Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados).

Tinta especial
No alto do lado esquerdo, sob o brasão da República, a imagem do mapa do Brasil passa a ser impressa com tinta especial de segurança, que também dificulta a falsificação.

Todo o fundo do documento vai ficar mais amarelado e alguns elementos gráficos, como números, poderão ser conferidos com o uso de luz ultravioleta. O documento ganhará brasões da República impressos que só serão vistos com o uso de luz negra.

Na parte de baixo, haverá uma holografia com a sigla CNH impressa repetidas vezes. Além disso, aparecem novos fios de microletras que também servem para dificultar falsificações.

Os itens de controle de segurança incluem mais elementos em relevo e em microimpressão.
O documento ganhará um código numérico de validação composto pelos dados individuais de cada CNH. Esse código vai permitir aos agentes de trânsito validar a habilitação por meio de um aplicativo que deve ser disponibilizado pelo Denatran.

Por G1, em São Paulo
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6232 dias no ar.