NOTÍCIA ANTERIOR
Palmeiras recebe o Atlético-GO para buscar sequência positiva no Brasileirão
PRÓXIMA NOTÍCIA
Com gol de Jadson e Cássio decisivo, Corinthians bate Grêmio e dispara na ponta
DATA DA PUBLICAÇÃO 22/06/2017 | Esportes
No Itaquerão, líder Corinthians testa a sua força defensiva contra o Bahia
Líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem a defesa como ponto forte e os números mostram a eficiência do setor da equipe comandada pelo técnico Fábio Carille. Nesta quinta-feira, o time alvinegro encara o Bahia, às 19h30, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela nona rodada, em um bom teste antes do confronto direto diante do vice-líder Grêmio, neste domingo, em Porto Alegre.

O Corinthians, invicto há 21 jogos, tem um feito admirável em 2017. Em 37 jogos, contando os amistosos, a equipe não sofreu gol em 20 deles - 54% das partidas. No total, levou 21 gols. "Fico feliz pelos números e isso serve de motivação, pois mostram que estamos no caminho certo", comemorou o zagueiro Pablo, que nesta quarta-feira celebrou 26 anos.

A preocupação é que o excesso de confiança, e o fato do Grêmio estar próximo na tabela de classificação, possam atrapalhar a concentração da equipe. O time gaúcho também joga nesta quinta-feira - contra o Coritiba, às 21 horas, em Porto Alegre.

Embora o Bahia faça uma campanha irregular - o time de Salvador está com 10 pontos - a equipe comandada pelo técnico Jorginho começou a rodada como o time que mais arrisca chutes a gol entre os 20 participantes do Brasileirão. Até agora, o clube tricolor tem 52 finalizações - uma média de mais de 6 arremates a cada partida.

Em relação aos times, o meia Jadson volta ao Corinthians, após ser poupado contra o Coritiba no último domingo. Já no Bahia, Allione, Matheus Sales e Régis também estão de volta. O atacante colombiano Stiven Mendoza não poderá jogar, pois ainda tem contrato com o clube de Parque São Jorge.

"Tive uma lesão no joelho, uma tendinite. Já contra o São Paulo, sofri uma entorse que prejudicou o outro joelho, do lado direito. Vinha fazendo tratamento, mas neste último jogo, falei com o Carille que meu joelho estava doendo um pouco mais. Então, entramos em acordo para eu ficar fora do jogo", explicou Jadson, que deu entrevista coletiva nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, na capital paulista.

Sem ter jogado no final de semana, o meia aproveitou o tempo para descansar os músculos e fortalecer o joelho. "Agora estou bem, confiante e até faltas eu treinei hoje (quarta-feira), algo que eu não fazia há tempos", destacou Jadson.

Por Estadão Conteúdo - Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Esportes
21/09/2018 | Tite convoca Pablo, Walace e Malcom para duelos contra Arábia Saudita e Argentina
20/09/2018 | Real Madrid atropela a Roma por 3 a 0 e inicia bem a luta pelo tetracampeonato
18/09/2018 | Jogador de vôlei que jogou em Santo André é encontrado morto na Espanha
As mais lidas de Esportes
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6233 dias no ar.