NOTÍCIA ANTERIOR
No Dia do Trabalho tem entretenimento para família em Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Programa de pavimentação realiza melhorias no Feital
DATA DA PUBLICAÇÃO 02/05/2017 | Cidade
MP vai apurar denúncias contra Severino do MSTU
MP vai apurar denúncias contra Severino do MSTU Foto: Montagem/DGABC
Foto: Montagem/DGABC
O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) vai investigar denúncias contra o vereador de Mauá Severino do MSTU (Pros). Dirigente do movimento de moradia, o parlamentar incitou invasões às unidades do Condomínio Altos de Mauá, na Vila Feital, além de promover ligações clandestinas de esgoto no local. Ele alega que a ação inicial visava impedir que outros coletivos ocupassem o empreendimento, embora não revele nomes dos grupos.

Vereador mais votado na eleição do ano passado – recebeu 5.547 votos no pleito –, Severino também sugeriu a concessão da casa própria em troca de apoio à sua candidatura à reeleição e a do então prefeito Donisete Braga (PT), que perdeu para Atila Jacomussi (PSB) no segundo turno do processo eleitoral. Em gravações obtidas pelo Diário, Severino compara a atuação de militantes nas campanhas eleitorais à entrega de apartamentos. “O que é melhor? Você pegar R$ 500 para ficar balançando bandeira (de candidato) ou pegar uma casa para colocar seus filhos para morar?”, questionou o parlamentar, na ocasião da empreitada. A prática, suspeita de compra de votos, já é alvo de averiguação na Justiça Eleitoral de Mauá.

A Promotoria informou que recebeu representação anônima contra o parlamentar sobre todos os ocorridos apontados. Segundo o MP-SP, as denúncias, no entanto, citavam os fatos “de forma vaga” e que, diante disso, vai levantar o conteúdo das reportagens, publicadas no mês passado.

O Diário revelou também com exclusividade no domingo que o empreendimento Altos de Mauá, cujo comando está sob o MSTU (Movimento dos Sem-Terra Urbanos de Mauá), do qual Severino é presidente, foi autuado pela empresa Odebrecht Ambiental – atual BRK Ambiental – por tentativa de ligação ilegal da rede de esgoto, sem autorização da empresa, da Prefeitura ou da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá). A construtora responsável pelo empreendimento é a RV Coelho Engenharia, que não se pronunciou sobre o caso. As intervenções atingiram a Rua Aluísio de Azevedo, mas a via já foi recapeada. Não se sabe se a ligação do esgoto foi, de fato, concluída. O Paço se furtou de responder se é possível realizar inspeção no local para confirmar possíveis irregularidades.

FRAGILIZADO
O irmão de Severino, Raimundo Cassiano de Assis, deverá, de acordo com informações de bastidores, deixar a chefia da Secretaria de Habitação de Mauá nos próximos dias. As denúncias envolvendo o parlamentar e o próprio MSTU, do qual o secretário também faz parte, fragilizou a permanência de Cassiano no cargo. A avaliação do núcleo duro do governo Atila é a de que a manutenção do secretário num posto que dirige as políticas de habitação evidencia conflitos na administração. A troca deve se dar ainda nesta semana.

Por Júnior Carvalho - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6804 dias no ar.