NOTÍCIA ANTERIOR
Estado esquece viúva do caso Barão de Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Juíza de Mauá determina demissão de parentes de políticos em 1 mês
DATA DA PUBLICAÇÃO 09/09/2008 | Cidade
MP analisa ação de viúva do caso Barão de Mauá
A ação movida pela viúva da vítima da explosão ocorrida no Condomínio Barão de Mauá em 2000 está em estudo pelo Ministério Público. Maria Francesca Gigliotti Riviello, 39 anos, ingressou com pedido de indenização na Justiça dois anos após a tragédia que matou Geraldo Riviello, que tinha 37 anos na ocasião, mas até agora o caso não foi sentenciado.

A viúva pede indenização de R$ 1,5 milhão. Riviello trabalhava na reinstalação de uma bomba d'água no subsolo do residencial, construído em terreno contaminado por lixo industrial, quando a explosão causou queimaduras em 90% de seu corpo. Segundo laudo da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), a área contém 44 tipos de substâncias tóxicas. Entre elas, estaria o benzeno, considerado cancerígeno.

A Promotoria analisa o processo desde 14 de agosto e, segundo informações do Tribunal de Justiça de São Paulo, não há prazo para que o caso volte à 3ª Vara Cível de Mauá. A demora deixa a família ainda mais angustiada. Desde a morte de Geraldo, os Riviello passam por dificuldades financeiras e psicológicas. "Tenho de escolher quais contas posso pagar", diz Maria Francesca.

Por Adriana Ferraz - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 7099 dias no ar.