NOTÍCIA ANTERIOR
Contra privatizações, metroviários de São Paulo param nesta quinta (18)
PRÓXIMA NOTÍCIA
Moradores levam colchões para fila de vacinação contra febre amarela na Zona Sul de SP
DATA DA PUBLICAÇÃO 19/01/2018 | Geral
Motorista que atropelou 17 em Copacabana não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame
Motorista que atropelou 17 em Copacabana não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame Maria Louise foi atropelada em Copacabana e veio a óbito.  (Foto: Reprodução)
Maria Louise foi atropelada em Copacabana e veio a óbito. (Foto: Reprodução)
Como não houve fuga do local do atropelamento, ele responderá por homicídio culposo em liberdade. Acidente deixou 16 feridos e um bebê morto.

O motorista que atropelou 17 pessoas em Copacabana na noite de quinta-feira (18) não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame feito pela Polícia Civil. Ele responderá em liberdade por homicídio culposo.

O documento afirma que Antonio de Almeida Anaquim, de 41 anos, estava desperto, e apresentou-se calmo para o exame, fornecendo respostas com clareza de raciocínio, com pensamento bem articulado e orientação no espaço e no tempo.

Anaquim afirma que sofreu um ataque epilético e desmaiou, versão confirmada pela mulher que o acompanhava. Outras testemunhas já foram ouvidas pela Polícia Civil.

Como não houve fuga do local do atropelamento, ele responderá por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, em liberdade. A Polícia Civil instaurou um inquérito na 12ªDP (Copacabana) e a principal hipótese é a de que o motorista tenha sofrido um ataque epilético.

O motorista está com a carteira de habilitação suspensa desde maio de 2014. No site do Detran, a CNH aparece como bloqueada, com 62 pontos e 14 multas nos últimos 5 anos. O bloqueio é uma restrição que ocorre ao final do processo de suspensão, com ou sem a entrega voluntária da carteira de habilitação.

Uma gravação do circuito de câmeras de segurança de um dos quiosques da orla mostrou o desespero dos clientes enquanto o carro avançava sobre os pedestres.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, das 16 vítimas, nove com ferimentos mais graves foram levadas para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul da Cidade. Destas, três receberam alta na madrugada desta sexta-feira (19) e seis permaneciam internadas, uma delas em estado grave.

As outras sete pessoas feridas foram socorridas no Hospital Souza Aguiar, todas com ferimentos mais leves, incluindo a mãe do bebê.

A vítima em estado grave é um turista australiano, segundo a Secretaria de Saúde. O homem, de 68 anos, e que não teve a identidade informada, sofreu traumatismo craniano e respira com ajuda de aparelhos.

Por Leslie Leitão, TV Globo
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Geral
25/09/2018 | Golpe do ''motoboy'' é o crime da moda
25/09/2018 | Há quatro meses faltam medicamentos no SUS
25/09/2018 | Redução de pressão de água é eficaz, mas exige medidas, diz professor
As mais lidas de Geral
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6233 dias no ar.