NOTÍCIA ANTERIOR
Mais de 400 alunos ficam sem ônibus escolar em Santo André
PRÓXIMA NOTÍCIA
Saiba o que fazer quando seu animal de estimação morre no ABCD
DATA DA PUBLICAÇÃO 03/08/2016 | Setecidades
Moradores usam grupos no Facebook para reivindicar melhorias no ABCD
Moradores usam grupos no Facebook para reivindicar melhorias no ABCD Moradores do Bairro Baeta Neves se organizam e reivindicam melhorias pelas redes sociais. Foto: Rodrigo Pinto
Moradores do Bairro Baeta Neves se organizam e reivindicam melhorias pelas redes sociais. Foto: Rodrigo Pinto
Todas as cidades da Região têm pelo menos um grupo no Facebook organizado por moradores

Com a alta no número de usuários das redes sociais nos últimos anos, moradores da Região se aproveitaram das plataformas digitais e criaram grupos no Facebook para trocar informações, debater sobre as cidade e, principalmente, reivindicar melhorias para os bairros.

Todas as cidades da Região têm pelo menos um grupo no Facebook organizado por moradores com uma boa frequência de postagem. O grupo de moradores que tem mais participantes no ABCD é o do Bairro Assunção, em São Bernardo, são 60 mil membros trocando informações sobre o bairro, a cidade e também questões nacionais. Um dos mais movimentados também é de São Bernardo, o grupo “Baeta Neves – Melhorias para o nosso bairro”, que conta com mais de 7 mil membros.

Diversos temas são discutidos no grupo do Bairro Baeta Neves, principalmente sobre as preocupações dos moradores em relação à infraestrutura, como falta de segurança e de água. Os munícipes usam o grupo para a organização e divulgação dos problemas à imprensa e ao poder público.

“Com o tempo conseguimos parceria com PM (Polícia Militar), com o Conseg (Conselho de Segurança Municipal) e rádios e jornais que nos ajudam a divulgar a situação do bairro", disse o criador do grupo e analista Roberto Costa Júnior, 42 anos. "Com o grupo conseguimos uma melhora no policiamento, mais comunicação com os moradores e, devagar, vamos tentando ajeitar o bairro sem política no meio", completou.

IDEIAS E ORIGENS

Os grupos tiveram origens distintas em cada cidade, mas todas pautando melhorias para os moradores. O grupo “Pensar Ribeirão Pires” foi criado em 2011 por quatro amigos que sempre se reuniam para discutir política e tiveram a ideia de ampliar o debate aos outros moradores da cidade para encontrar alternativas urbanas. Atualmente, o grupo tem 20 mil membros, cerca de 10% da população total da cidade.

“O grupo pauta a cidade, algumas reivindicações se traduzem em ações da Prefeitura. Funciona como um veículo de comunicação entre os moradores e queremos que se consolide como um canal para a cidade", explicou o criador do grupo e professor Felipe Magalhães, 34 anos.

Já o grupo "Desperta São Caetano!", que conta com mais de 8 mil membros, foi criado pela empresária Keli Garcia, 41 anos, durante as manifestações de 2013. "Temos como objetivo analisar em conjunto com todos os membros os fatos políticos que ocorrem na cidade, o funcionamento dos serviços públicos, assim como todas as questões ligadas a esses assuntos", explicou a empresária.

Por Diego Brito - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6799 dias no ar.