NOTÍCIA ANTERIOR
Jovens criam curso para capacitar alunos de escolas públicas
PRÓXIMA NOTÍCIA
Veja 7 critérios importantes para escolher a escola do seu filho
DATA DA PUBLICAÇÃO 09/09/2014 | Educação
Melhor escola no Ideb tem ensino integral
Melhor escola no Ideb tem ensino integral Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
Currículo multidisciplinar. Essa é a receita de sucesso da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Sylvio Romero, no bairro Osvaldo Cruz, em São Caetano, que obteve o melhor desempenho no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) entre as instituições de ensino da região no primeiro ciclo do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano). A unidade de ensino alcançou nota 8, superando as médias municipal (6,6), estadual (5,7), nacional (5,2) e, inclusive, suas próprias metas para 2013 (6) e para 2021 (6,9).

Desde que foi municipalizada em 2007, a unidade vem melhorando seus resultados na avaliação do MEC (Ministério da Educação), diz o diretor Fabiano Augusto João. Em 2009, atingiu nota 5,5 e, dois anos depois, conseguiu o segundo lugar no ranking regional, com nota 7,2.

A conquista é vista como consequência de aposta em projeto pedagógico que complementa o currículo unificado da rede de ensino da cidade, observa João. A unidade oferece ensino em tempo integral, das 7h30 às 16h40. Com isso, além das aulas regulares no período da manhã, os alunos contam com oficinas em áreas como Italiano, Robótica, Leitura e Redação, Artes Cênicas, Música e Esportes.

“Procuramos otimizar o tempo dos estudantes e a escolha dos temas das oficinas é feita de forma democrática por meio de assembleias”, comenta o diretor. Segundo ele, o sucesso dá tranquilidade para continuar o trabalho e deixa claro que é importante obter resultados satisfatórios em todas as disciplinas, não apenas as mais tradicionais, como Português e Matemática.

RANKING

O fato de quatro escolas da rede estadual de ensino terem alcançado as sete melhores notas da região na primeira fase do Ensino Fundamental chama atenção. São elas: EE Papa João XXIII e EE Prof. Gabriel Oscar de Azevedo Antunes, ambas em Santo André, com médias 7,6 e 7,2, respectivamente, e a EE Prof. Iracema de Barros Bertolaso e EE Walt Disney, as duas de Mauá, com notas 7,4 e 7,1.

A dirigente regional de ensino de Mauá, Marilene Ceccon, atribui o avanço a uma soma de fatores, como o projeto Ler e Escrever, responsável pela alfabetização das crianças da rede, o acompanhamento das escolas por parte da secretaria, investimento em formação de docentes e participação da família na comunidade escolar. “Essas são questões que certamente interferem positivamente na formação dos alunos.”

São Caetano também lidera o ranking das melhores escolas no segundo ciclo do Ensino Fundamental (5º ao 9º ano), com a Emef Elvira Paolilo Braido, que obteve nota 6,1, superando sua meta em 0,1 ponto.

Gestores têm tarefa de estudar dados e planejar ações futuras

A lição de casa para gestores das escolas que obtiveram desempenho abaixo do esperado e ocupam os últimos lugares no ranking regional é se debruçar sobre os números divulgados pelo MEC (Ministério da Educação) em busca de compreensão sobre o cenário e soluções futuras. Entre as piores do primeiro ciclo do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano), os índices variam de 4,2 até 4,7. Neste caso, a rede estadual está representada por quatro unidades e outras cinco são de responsabilidade dos municípios.

Para a coordenadora do GT (Grupo de Trabalho) Educação do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Ana Lúcia Sanches, este é momento de estudo dos dados por parte das secretarias de Educação com enfoque no planejamento futuro. “É preciso cuidar das escolas com maior vulnerabilidade. Não é possível dissociar a questão social da educacional. Outro ponto importante é acompanhar a frequência dos estudantes, porque criança que não vai à escola não consegue aprender.”

Por Natália Fernandes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Educação
21/09/2018 | Ensino superior cresce no País, mas graças à modalidade a distância
19/09/2018 | Em crise financeira, UFABC tenta definir objetivos para 2019
18/09/2018 | Cidade francesa muda pátio de pré-escola para favorecer a igualdade de gênero
As mais lidas de Educação
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6335 dias no ar.