NOTÍCIA ANTERIOR
Atila perde segundo secretário em Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Atila prorroga concurso público e homologa processo seletivo de professores
DATA DA PUBLICAÇÃO 31/01/2017 | Cidade
Médica responde dúvidas sobre doenças transmitidas pelo Aedes ao vivo
Médica responde dúvidas sobre doenças transmitidas pelo Aedes ao vivo
Desde o ano passado, com os crescentes casos de doenças provocadas pelo Aedes, a Odebrecht atua como parceira do município de Mauá em prol do combate ao mosquito

O Facebook Live na página da Odebrecht Ambiental faz parte da campanha de combate ao mosquito promovida pela Odebrecht Ambiental em todo o país.

Com a chegada do verão o Brasil vê novamente crescer o número de casos de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti. Levantamento do Ministério da Saúde aponta que ao menos 855 municípios brasileiros estão em situação de alerta ou risco de novas epidemias das doenças que tem o Aedes como vetor. A a cada ano aumentam também as dúvidas, incertezas e os mitos sobre a dengue, a zika e a chikungunya. Pensando nisso, a Odebrecht Ambiental transmite na quinta-feira (26/01), às 16h00, em sua página no Facebook, um bate papo com a médica Lígia Albuquerque, que vai esclarecer dúvidas e dar dicas de prevenção ao vivo. Para participar basta entrar na página da Odebrecht Ambiental no Facebook (facebook.com/odebrecht.amb) no horário indicado e acompanhar a transmissão.

Ligia lembra que ainda existem muitas dúvidas sobre as doenças transmitidas pela mosquito Aedes Aegypti. Sintomas, formas de transmissão, as diferenças e a gravidade de cada uma das doenças, estão entre as perguntas que mais aparecem nos consultórios médicos. “Informação é essencial. A dengue é doença mais conhecida, seguida pela zika que no ano passado descobrimos estar associada ao crescimento do número de casos de microcefalia. Neste verão, porém, existe uma preocupação muito grande com o crescimento da chikungunya”, destaca a médica, que participa também da série de vídeos “Vamos Falar de Saúde e Saneamento?” publicada no Facebook e Youtube da Odebrecht Ambiental.

Um dos vídeos da série, disponível nas redes sociais, trata justamente do crescimento do número de casos de chikungunya. Em 2015, 650 municípios notificaram casos da doença. Em 2016, o número subiu para 2250. Neste ano, mais de 215 mil pessoas já foram infectadas. “Com esse Facebook Live vamos explicar melhor os sintomas de cada uma das doenças e esclarecer o máximo de dúvidas que forem enviadas durante a transmissão”, completa.

A Odebrecht Ambiental sempre apoiou iniciativas com o objetivo de informar a população sobre temas relevantes relacionados a saúde e meio ambiente. Desde o ano passado a concessionária, responsável pelos serviços de esgoto em Mauá, trabalha intensamente na disseminação de informações relacionadas ao combate ao mosquito por meio da campanha “Aedes Nunca Mais”, reforçando seu compromisso com o município e com o bem estar da população.

Por Odebrecht Ambiental - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 6892 dias no ar.