NOTÍCIA ANTERIOR
Legislativo de Mauá recua e decide pagar 13º só em 2021
PRÓXIMA NOTÍCIA
Paço de Mauá e FUABC iniciam costura de acordo
DATA DA PUBLICAÇÃO 11/12/2017 | Cidade
Mauá reforça combate à violência doméstica
Mauá reforça combate à violência doméstica Grupo da GCM integra Patrulha Maria da Penha, de apoio à Delegacia de Defesa da Mulher. Foto: Celso Luiz/DGABC
Grupo da GCM integra Patrulha Maria da Penha, de apoio à Delegacia de Defesa da Mulher. Foto: Celso Luiz/DGABC
Equipe da GCM (Guarda Civil Municipal) de Mauá será aliada da Polícia Civil no apoio às mulheres vítimas de violência doméstica, situação que gera, mensalmente, de 150 a 200 boletins de ocorrência na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) da cidade. A ação, intitulada Patrulha Maria da Penha, foi lançada ontem pela Prefeitura, durante a inauguração das instalações da DDM e da Delegacia-Sede, que deixaram imóvel na Rua General Osório para prédio na Rua Campos Sales, no Centro. O delegado geral da Polícia Civil do Estado, Youssef Abou Chahin, e o diretor do Demacro (Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo), Albano David Fernandes, participaram da solenidade.

Programa semelhante, intitulado Patrulhamento Lei Maria da Penha, foi lançado pela administração anterior em 2014, mas, segundo a delegada titular da DDM mauaense, Helena Vieira de Lima, a ação havia sido paralisada (o período não foi informado). Na iniciativa, a Prefeitura disponibiliza viatura e quatro GCMs para apoiarem a delegada nas ocorrências.

A mulher precisa pegar os pertences para sair de casa e a patrulha vai com ela, voltam à delegacia para fazer a ocorrência e a encaminham para a casa abrigo”, explicou a delegada. “Temos uma equipe pequena (oito pessoas), meu pessoal está na rua fazendo outros serviços, eu tinha que chamá-los e a vítima ficava esperando.”

As principais ocorrências atendidas envolvem os crimes de lesão corporal e ameaça. Quatro guardas passaram por treinamento para prestar o atendimento. Eles agirão em dias alternados e em dupla – uma mulher e um homem. “A necessidade do homem é a questão da compleição física, para um possível ataque do agressor contra a própria equipe”, explicou o secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Civil, Paulo Barthasar Júnior, completando que a administração também disponibilizará uma psicóloga para auxílio às vítimas.

“Estamos integrados com as polícias (Civil e Militar)”, salientou o prefeito Atila Jacomussi (PSB). O prédio, que agora abriga as duas delegacias da cidade, é alugado pela Prefeitura. O investimento mensal, incluindo as despesas com água e energia elétrica, é de aproximadamente R$ 30 mil. O imóvel conta com acessibilidade e salas preparadas para que as pessoas sejam ouvidas com sigilo.

Na região, a Prefeitura de Santo André informou que desenvolve projeto para implementar futuramente o Patrulha Maria da Penha. A de São Bernardo disse que não conta com ação similar, mas que os GCMs estão habilitados a atender ocorrências do tipo e dar suporte às vítimas caso sejam requeridos pelo Poder Judiciário ou Delegacia da Mulher, assim como afirmou a administração de Ribeirão Pires. As demais cidades não retornaram as informações.

A Prefeitura de Mauá também inaugurou ontem o Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social) da Vila Bocaina. O equipamento presta atendimento às pessoas que sofrem com algum tipo de violação de direitos.

PS do Hospital Nardini reabre

Em obras desde 2015 e um ano e meio depois da promessa de entrega, o PS (Pronto-Socorro) do Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini será entregue hoje, para marcar o aniversário de Mauá, que completa 63 anos.

O equipamento é referência no atendimento hospitalar, não somente para o município, mas também para Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, o que compreende cerca de 600 mil habitantes. No período em que esteve em obras, os atendimentos dos cerca de 5.000 pacientes que buscam o PS mensalmente para urgência e emergência foram transferidos para outras áreas do hospital.

Para a conclusão do trabalho, foram investidos R$ 7,3 milhões, sendo R$ 6,5 milhões oriundos do governo do Estado.

Outra inauguração que ocorrerá hoje é a do PAI (Pronto Atendimento Infantil), na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Assis. O serviço, que separa a ala pediátrica da adulta, será o segundo em funcionamento na cidade – o primeiro foi instalado na UPA Jardim Zaíra, em março.

Por Vanessa de Oliveira - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6230 dias no ar.