NOTÍCIA ANTERIOR
Mauá terá integração entre ônibus e trem
PRÓXIMA NOTÍCIA
Suspeito de atropelar idosa deve se apresentar à polícia nesta terça
DATA DA PUBLICAÇÃO 16/01/2013 | Cidade
Mauá recebe abaixo assinado por tarifas de ônibus menores
Mauá recebe abaixo assinado por tarifas de ônibus menores Foto: Divulgação - Portal Mauá e Região
Foto: Divulgação - Portal Mauá e Região
Representantes do grupo que organizou protesto no último sábado são recebidos na Prefeitura

Representantes do grupo “Política Sim, Patifaria Não”, que organizou protesto contra o aumento da tarifa dos ônibus municipais de Mauá no sábado (12/01) e que terminou em conflito com policiais e guardas civis, entregaram nesta segunda-feira (14/01) um abaixo-assinado com 8.000 assinaturas para o chefe de Gabinete da Prefeitura, Rômulo Fernandes. Na reunião, os manifestantes cobraram uma investigação sobre a violência empregada no controle do ato.

“Deixamos claro que estamos abertos ao diálogo e queremos uma apuração do que houve no sábado. A Prefeitura se comprometeu a investigar as causas da violência. Vamos aguardar uma resposta oficial até esta quarta-feira (16/01), senão vamos abrir um inquérito policial e faremos novo ato na sexta-feira (18/01), em frente à Prefeitura, por volta do meio-dia”, disse Paulo Souza, um dos fundadores do grupo.

De acordo com nota da Prefeitura, o prefeito Donisete Braga (PT) não recebeu nenhuma solicitação de agenda por parte dos manifestantes entre 5 de janeiro, data da primeira manifestação, até sábado passado, dia da segunda manifestação, mas se comprometeu a iniciar um diálogo. Entre as solicitações entregues pelos manifestantes está uma audiência pública, a ser realizada com a presença do prefeito, do secretário de Mobilidade Urbana e com as empresas de ônibus.

Excesso - Sobre o tumulto durante a manifestação no último sábado, o prefeito entende que houve excesso por parte dos manifestantes, que interferiram no direito de ir e vir das pessoas ao impedir a passagem dos ônibus na entrada do terminal, por isso a Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar precisaram intervir para garantir a ordem pública.

“Lamento muito o ocorrido no sábado. Por isso solicitei ao secretário municipal de Segurança, Carlos Tomaz, e à Polícia Militar um relatório sobre a ação. Também recomendei maior cuidado para que esse tipo de coisa não volte a acontecer,” afirmou, em nota, o prefeito Donisete Braga. O relatório será entregue nesta terça-feira (15/01).

Por Via Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6199 dias no ar.