NOTÍCIA ANTERIOR
Prefeito de Mauá quer municipalizar gestão do transporte
PRÓXIMA NOTÍCIA
Mauá ainda não tem data para pagar dívida
DATA DA PUBLICAÇÃO 17/07/2013 | Cidade
Mauá precisa de 30 médicos para rede de atenção básica
Mauá precisa de 30 médicos para rede de atenção básica Donisete buscará recursos para manutenção de UPAs no governo federal. Foto: Adonis Guerra
Donisete buscará recursos para manutenção de UPAs no governo federal. Foto: Adonis Guerra
Rede de urgência emergência da cidade está com quadro completo

Para completar o quadro de funcionários da rede de atenção básica, Mauá precisa de mais 30 médicos que deverão ser contratados ainda neste mês, de acordo com a secretária de Saúde, Lumena Furtado. A afirmação foi feita durante a inauguração da quarta e última UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade nesta terça-feira (16/07).

De acordo com a secretária, os médicos que irão atuar nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) deverão ser contratados ainda neste mês. “Na rede de urgência emergência estamos com o quadro completo, mas temos certa dificuldade com férias e quando falta algum médico. Temos um acordo com os sete prefeitos para não competirmos uns com os outros na questão de contratação de médicos, o que é um grande passo para conseguirmos completar esse quadro”, disse.

Lumena lembrou ainda que é importante apoiar o programa do governo federal, Mais Médico, pois é uma maneira de resolver a falta de médicos no sistema público de saúde a médio prazo. “Mauá também irá aderir ao programa, que é aberto a todas as cidades. No momento, estamos fazendo o levantamento das exigências do Ministério da Saúde”, destacou.

O programa do governofFederal busca assegurar a presença desses profissionais em áreas carentes do País. A data final de inscrição para gestores, médicos e municípios é 25 de julho. Os municípios precisam indicar a quantidade de profissionais de que precisam e apontar as unidades de saúde que têm capacidade instalada para atuação dos médicos. Os médicos selecionados pelo programa receberão bolsa no valor de R$ 10 mil mensais e auxílio-deslocamento, de acordo com a localidade onde for atuar.

Atendimento humanizado – Entregue na manhã desta terça-feira (16/07), a UPA (Unidade de Pronto- Atendimento) Barão de Mauá, terá farmácia 24 horas e atendimento por classificação de risco e humanizado. Os novos parâmetros de atendimento também serão implementados nas unidades de pronto-atendimento que já estão em funcionamento.

De acordo com Lumena, a classificação de risco, que já está sendo colocada em prática em todo o País, prevê que pacientes com casos mais graves sejam atendidos primeiro. “As pessoas estão acostumadas a ser atendidas por ordem de chegada, mas dessa forma conseguimos dar atenção especial a um paciente com problemas cárdicos e, se necessário, transferi-lo para uma unidade de referência”, explicou.

Quanto à humanização do atendimento, a secretária afirmou que a unidade conta com duas salas de espera, farmácia 24 horas e cortinas entre as macas para garantir privacidade entre os pacientes. “O paciente passa por triagem é direcionado a uma sala já levando em consideração a classificação de risco”, disse.

A referência para a UPA Barão de Mauá será o Hospital Nardini e a nova unidade já trabalha em rede com cinco UBSs da região.

Manutenção mensal – O prefeito Donisete Braga destacou que está negociando com o governo federal a liberação de mais verbas para a manutenção mensal das quatro UPAs da cidade. Hoje cada unidade representa investimento de R$ 750 mil mensais, sendo que cerca de R$ 350 mil são repassados pelo Ministério da Saúde.

“Temos um atendimento regional no sistema de saúde de Mauá, pois também acolhemos pacientes de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Somente o Nardini representa um custo de R$ 70 milhões por ano aos cofres públicos. Precisamos que essa parceria com o ministério seja fortalecida. Com o aumento da oferta, a demanda também cresce”, destacou o prefeito.

Braga lembrou ainda que há uma defasagem no repasse do governo federal de aproximadamente R$ 150 mil, para manutenção de três unidades de pronto-atendimento, referentes ao mês de dezembro. “Estamos em contato com o ministério e a liberação desse recurso deve ocorrer até agosto”, disse.

Também estão sendo pleiteados com o ministério recursos para reforma e ampliação de 23 UBSs e quatro pronto-atendimentos. “São reformas no sistema elétrico, hidráulico, aquisição de equipamentos e informatização do sistema. Solicitamos cerca de R$ 500 mil por unidade. O governo federal deve fazer a seleção das cidades contempladas nos próximos dias”, afirmou o prefeito.

Por Vladimir Ribeiro - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 7096 dias no ar.