NOTÍCIA ANTERIOR
Independente/Mauá é campeão da Copa São Paulo Sub-19
PRÓXIMA NOTÍCIA
Em Mauá, Padilha mira na falta de policiamento no ABCD
DATA DA PUBLICAÇÃO 30/07/2014 | Cidade
Mauá assinará na segunda concessão do transporte à Suzantur
 Mauá assinará na segunda concessão do transporte à Suzantur Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
A Prefeitura de Mauá irá assinar na segunda-feira contrato com a Suzantur, empresa que venceu a concorrência pública para explorar o transporte coletivo na cidade pelos próximos dez anos. A informação foi dada ontem pelo prefeito Donisete Braga (PT), durante entrevista coletiva para falar sobre a abertura de vagas em cursos técnicos profissionalizantes.

A Suzantur, que atualmente opera parte das linhas em caráter emergencial, foi a única empresa habilitada pelo Executivo na licitação. As outras concorrentes, Express Transportes Urbanos Ltda (de São Paulo), Princesa Turismo Eireli (de Mato Grosso) e Viação Diadema Ltda não apresentaram toda a documentação exigida no edital e foram consideradas inabilitadas.

Com outorga onerosa solicitada pela administração de, no mínimo, R$ 5 milhões, a ganhadora ofereceu R$ 6,2 milhões, vencendo o certame, que teve o resultado divulgado na sexta-feira no Diário Oficial do Município. A partir daí, ficou estipulado prazo de cinco dias úteis para recursos. Porém, o chefe do Executivo está confiante de que nada impedirá a concretização. “Até agora não houve nenhum recurso. A tendência é assinarmos o contrato na segunda-feira. Será um dia muito especial na cidade, porque poderemos, finalmente, terminar esse processo do transporte coletivo.”

Quando diz ‘finalmente’, o prefeito se refere aos entraves enfrentados durante o certame. No dia 11, a administração municipal derrubou liminar conquistada pela Viação Cidade de Mauá junto à Justiça do Amazonas, que havia determinado a paralisação do processo licitatório. Antiga operadora do sistema – ao lado da Leblon –, a empresa considerou restritivos trechos do edital que impediam participação de concorrentes em situação de recuperação judicial.

Após assinatura, a Suzantur assume compromisso de aumentar a frota de 210 para 248 veículos zero-quilômetro com acessibilidade, além de instalar 300 abrigos de ônibus.

INTEGRAÇÃO - O prefeito também anunciou ontem que a integração entre o sistema de ônibus municipal com a Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) será iniciada no dia 30 de agosto. Com o cartão SIM (Sistema Integrado Mauá), já em funcionamento, os passageiros que usam ônibus e trens terão desconto de R$ 0,50 por viagem.

Para a conexão com a CPTM, o Terminal Central passou por adaptações, como a instalação de bilheterias e catracas eletrônicas e a aquisição de gerador para garantir o funcionamento em caso de pane elétrica. A Prefeitura diz não ter investido nessas intervenções, que foram totalmente bancadas pelo Sistema de Transporte Municipal. O valor destinado às obras é de cerca de R$ 2 milhões.

Cidade oferece 400 vagas em cursos

Com o propósito de qualificar a mão de obra local para o mercado de trabalho da cidade e região, a Prefeitura de Mauá está oferecendo, por meio do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), do governo federal, 400 vagas gratuitas para dois cursos técnicos profissionalizantes.

Serão 200 oportunidades para Enfermagem e outras 200 para Segurança do Trabalho, com disponibilidade para os três turnos. As aulas, que começarão no dia 18 de agosto e terão duração de 18 meses, serão ministradas pelo Colégio Renil, localizado no Centro da cidade.

As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de agosto, na sede do CPTR (Centro Público de Trabalho e Renda). Informações podem ser obtidas pelo telefone 4514-6024.

Ainda na área de qualificação profissional, o Executivo prepara a implantação de um campus do IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo), que oferecerá cursos técnicos, superiores de Tecnologia, licenciaturas, mestrado e doutorado. Prédio na Rua Almirante Barroso, 170, na Vila Bocaina, passará por reforma – de responsabilidade do Instituto –, para receber a unidade.

Os cursos e a quantidade de vagas serão definidos com participação da população. “Faremos audiências públicas para ver quais são as necessidades”, disse o prefeito Donisete Braga (PT).
A previsão é que o IFSP entre em funcionamento no próximo ano.

Por Vanessa de Oliveira - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6403 dias no ar.